DIFERENÇAS DO MAGNÉSIO DIMALATO, QUELATO, L-TREONATO E CLORETO DE

Magnésio Dilamato proporciona energia para o corpo humano
Magnésio Dimalato oferece energia e disposição ao corpo humano

Muitas pessoas sabem, mas existe uma grande diferença entre o magnésio dimalato, quelato, L-treonato e cloreto de magnésio.

Por esse motivo, iremos discorrer abaixo sobre cada um deles, explicitando suas especificidades e benefícios: 

MAGNÉSIO DIMALATO

Neste suplemento, há duas substâncias extremamente importantes para a manutenção de uma boa qualidade de vida, que são: Magnésio Dimalato e Ácido Málico.

No organismo humano, o Magnésio Dimalato atua na produção de ATP, molécula indispensável para o corpo, oferecendo energia e disposição ao indivíduo.

Além disso, o Ácido Málico é capaz de se aderir às partículas de metais tóxicos presentes no organismo, eliminando todas elas. Tal se deve ao processo de peroxidação lipídica, cuja função é combater os radicais livres.

Para os adeptos da musculação, o magnésio fornece nutrientes que auxiliam na construção de músculos. As tão temidas câimbras durante a prática de exercícios físicos também serão diminuídas, favorecendo uma melhor performance e contração muscular.

No entanto, o magnésio também atua na musculatura estriada cardíaca e lisa. Ou seja, trata-se de um ótimo regulador das principais funções cardíacas e do trato digestório.

Doenças como hipertensão arterial também podem ser tratadas a partir desse produto, já que sua capacidade vasodilatadora fornece um melhor fluxo sanguíneo, ocasionando melhor transporte do oxigênio e dos nutrientes.

Doenças ósseas também são prevenidas, já que o magnésio transporta o excesso de cálcio presente na corrente sanguínea até os ossos.

MAGNÉSIO QUELATO

Este, atua na quebra das partículas ingeridas ao longo do dia, aproveitando todas as propriedades nutricionais oferecidas pelos alimentos.

O Magnésio Quelato é mais facilmente absorvido pelo organismo, quando comparado aos demais tipos.

No entanto, deve-se ressaltar que essa substância proporciona alívio do estresse, estado depressivo e ansiedade.

Também fornece uma maior produção de melatonina, sendo um ótimo regulador do sono.

As moléculas de energia são sintetizadas mais rapidamente com a suplementação do Magnésio Quelato, fornecendo energia durante a prática de atividades físicas, favorecendo a construção muscular.

MAGNÉSIO L-TREONATO

O Magnésio L-Treonato é caracterizado como um produto natural da Vitamina C.

Este, é extremamente importante no bom funcionamento da memória, prevenindo até mesmo doenças como Alzheimer e Esclerose Múltipla.

Ao realizar sua suplementação, o indivíduo consegue obter um melhor processo de aprendizagem, pois é responsável pelo aumento das funções dos neurônios.

Além disso, reduz os níveis de estresse e de ansiedade, já que proporciona uma síntese intensificada do hormônios serotonina, relacionado a sensação de bem estar.

CLORETO DE MAGNÉSIO

Trata-se de um composto formado por cloro e magnésio.

Esse suplemento oferece diversos benefícios ao organismo, como por exemplo: diminuição de câimbras, melhor performance, diminuição dos níveis de glicose e colesterol, maior utilização da Vitamina D disponível na corrente sanguínea e sistema imunológico fortalecido.

Muitos praticantes de musculação fazem  suplementação com Cloreto de Magnésio, com o objetivo de evitar câimbras e desconforto musculares.

A fixação de cálcio é melhorada a partir de sua ingestão, atuando na prevenção de doenças como por exemplo, a osteoporose.

Gestantes também devem fazer o uso desse produto, já que protege o sistema nervoso do feto e evita a ocorrência de partos prematuros.

Ou seja, há diversos tipos de magnésio disponíveis no mercado.

No entanto, sua suplementação deve ser feita apenas sob orientação médica, usufruindo de todos os benefícios trazidos por esse produto de forma consciente.

Normalmente, a ingestão dessas substâncias deve ser feita após as principais refeições diárias, que são almoço e jantar.

Com isso, todos os nutrientes disponíveis serão devidamente absorvidos.