5 Benefícios do Chá de Guaraná para sua saúde (e 1 alerta) – Para Quê Serve?

O Guaraná é muito conhecido no Brasil, principalmente como sinônimo de refrigerante. Infelizmente esse modo de consumo é o pior que você pode escolher para se beneficiar de tudo o que essa fruta pode oferecer.

Continue comigo ao longo desse artigo para saber como o guaraná pode ajudar sua saúde, quais são os seus benefícios, e quais as suas contraindicações. Vamos lá?

A utilização de plantas para o tratamento de doenças remonta às civilizações mais antigas, sendo que as utilizavam para preparar chás, unguentos ou inseridas na alimentação. Com o avanço da medicina, esse conhecimento pôde ser comprovado e aperfeiçoado para o tratamento de diversas doenças.

A procura por tratamentos fitoterápicos cresce a cada dia, levando a indústria farmacêutica a intensificar os estudos sobre as propriedades de plantas, frutas e ervas.

Leia também:
Chá de Mate Verde (Erva Mate): para quê serve?
Procurando um chá para emagrecer? Veja essas dicas

O que é o guaraná?

guaraná in natura

O guaraná, cujo nome botânico é Paullinia cupana, pertence à família Sapindaceae e é uma planta trepadeira que pode atingir até 10 metros de altura. Suas flores brancas nascem em cachos, que depois desenvolvem a fruta, vermelha por fora e com a polpa branca e preta, parecendo pequenos olhos.

O guaraná é uma fruta amazônica, encontrada não só no Brasil, mas também em outros países como o Peru, a Colômbia e a Venezuela, mas somente o Brasil cultiva o guaraná a nível comercial, principalmente para o preparo do famoso refrigerante, quanto para o uso medicinal.

O guaraná já era utilizado pelos índios na época da colonização, que moíam as sementes e a transformavam em uma bebida estimulante, utilizada para aumentar a energia de quem a consumisse. A origem do nome vem do tupi wara’na.

Quais os nutrientes presentes no guaraná?

A principal substância bioativa presente no guaraná é a cafeína, conhecida pelo seu efeito estimulante. Porém, além da cafeína, o guaraná possui outras substâncias que podem trazer efeitos benéficos ao organismo. Veja aqui algumas delas:

  • Catequinas: substâncias que possuem ação antioxidante, combatem os radicais livres e previnem o envelhecimento precoce e as doenças cardíacas.
  • Saponinas: efeito anti-inflamatório, antiviral, redutor do colesterol e de combate ao câncer
  • Cafeína e teobromina: substâncias estimulantes, aumentam a disposição e aceleram o metabolismo.
  • Vitamina B1: atua na produção de energia pelo organismo.
  • Potássio: auxilia na recuperação muscular após a prática de exercícios físicos.

Benefícios do consumo do guaraná para a saúde:

Muitos estudos comprovaram que o consumo de extrato ou do guaraná em pó pode ser muito benéfico para a saúde – e que fique claro que não estamos falando do refrigerante, do xarope ou das bebidas açucaradas derivadas do xarope de guaraná. Conheça aqui algumas propriedades medicinais do guaraná:

  • Aumenta a disposição e concentração: a ação estimulante da cafeína aumenta a energia, a disposição e a concentração e melhoram o humor. Estudos mostraram que o uso do guaraná por pacientes com câncer em tratamento quimioterápico possui um efeito promissor na melhora da sensação de cansaço.
  • Redução do colesterol e prevenção de doenças cardíacas: as saponinas e catequinas auxiliam a “limpeza” das artérias e veias, reduzindo o colesterol e prevenindo doenças cardiovasculares, como o AVC. 
  • Melhora da impotência sexual: o guaraná aumenta a vascularização do pênis, auxiliando na ereção.
  • Efeitos gastroprotetores: alguns estudos apontam que o guaraná pode auxiliar na cicatrização de úlceras 
  • Antibacteriano: o guaraná parece ter efeito antibacteriano, auxiliando em casos de infecção por algumas bactérias e inclusive prevenindo as cáries
  • Emagrecimento: regulação de substâncias que atuam no metabolismo das gorduras, favorecendo sua utilização para a produção de energia pelo organismo e reduzindo o acúmulo de gordura nos tecidos
  • Recuperação muscular: o guaraná atua reduzindo a fadiga muscular após a prática de atividades físicas.
  • Alívio das dores de cabeça: seus compostos melhoram a circulação e a oxigenação do sangue. 

O uso de compostos de guaraná emagrece?

O consumo de guaraná pode ser um bom auxiliar nos processos emagrecimento já que é capaz de estimular o metabolismo, reduzir o apetite e aumentar a saciedade, além de atura no metabolismo da gordura proveniente dos alimentos que consumimos. Seus compostos com antioxidantes reduzem o colesterol e previnem a formação de placas de gordura nas artérias, atuando na prevenção das doenças cardiovasculares associadas ao excesso de peso ou obesidade.

Uma dica de leitura para o caso de você estar buscando uma alternativa para emagrecer com saúde, e evitando o guaraná é o artigo que escrevemos sobre o chá Levimune, leia aqui.

O guaraná e a imunidade

Alguns estudos sugerem que as substâncias presentes no guaraná possuem efeito benéfico no sistema de defesas do organismo. Algumas catequinas presentes no guaraná também estão presentes no chá verde, extensamente estudado e com efeito medicinal bem documentado.  Essas substâncias parecem atuar na prevenção de doenças autoimunes, Alzheimer, alguns tipos de câncer e doenças cardíacas.

Como consumir o extrato de guaraná

chá de guaraná

O extrato de guaraná é comumente encontrado na forma de pó, que pode ser diluído em água, sucos ou chás ou colocado sobre frutas e na forma de cápsulas. A quantidade recomendada seria de, no máximo, 2g por dia – porém é importante consultar o seu médico ou nutricionista para uma prescrição individualizada. 

Quais os efeitos colaterais do consumo do extrato de guaraná?

Por conter um alto teor de cafeína, o excesso de consumo ou o consumo por pessoas com sensibilidade à cafeína por causar:

  • Alterações no sono;
  • Irritabilidade;
  • Diarreia;
  • Aumento na pressão arterial e nos batimentos cardíacos.

Caso apresente algum sintoma desagradável, suspenda o uso e procure o seu médico.

Existem contraindicações do consumo do guaraná?

Pessoas com pressão alta devem avaliar o consumo do guaraná com o médico ou nutricionista. Caso você esteja em tratamento para osteoporose é contraindicado o consumo de extrato de guaraná, pois ele pode aumentar a eliminação de cálcio através da urina.

Mulheres grávidas ou amamentando também devem ter cuidado ao consumir alimentos ou suplementos estimulantes do sistema nervoso.

Curiosidades sobre o guaraná

  • Existe uma lenda que fala que em uma aldeia tupi, um pequeno índio muito querido por todos, foi morto por um gênio do mal na forma de uma grande cobra. Tupã, o deus supremo, vendo o sofrimento de todos na aldeia, ordenou que retirasse os olhos do indiozinho e plantassem sob uma grande árvore e ali nasceria uma planta com o poder de dar energia a quem consumisse os seus frutos, fortaleceria os guerreiros e revigoraria os mais velhos. Assim fizeram e uma planta cresceu, com os seus frutos parecidos com os olhos do pequeno índio que morreu.
  • Os povos amazônicos consomem o suco feito a partir do guaraná em pó. Eles produzem uma espécie de massa com os frutos do guaranazeiro, assam e depois ralam em uma lixa feita com a língua do pirarucu, o maior peixe de água doce, que chega a 2 metros de comprimento e pesa até 100 quilos.
  • Os principais estados produtores de guaraná são a Bahia, o Amazonas, o Acre, o Mato Grosso e o Pará, com 70% da produção destinada à indústria de bebidas açucaradas.

Bibliografia

MARQUES, L.L.M. et al. Guaraná (Paullinia cupana) seeds: Selective supercritical extraction of phenolic compounds. Food Chemistry, Volume 212, 1 December 2016, Pages 703-711.

GONZALEZ, A.R.P.A.; LIRA, G.C.S.; CASTRO, T.E.C. Formas de tratamento do sobrepeso ou obesidade utilizados por estudantes do ensino médio de uma escola pública de Salvador, Bahia. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo v.2, n. 11, p.446-466, Set/Out. 2008.

CAMPOS, M.P.O. et al. Guarana (Paullinia cupana) Improves Fatigue in Breast Cancer Patients Undergoing Systemic Chemotherapy. The Journal of Alternative and Complementary Medicine VOL. 17, NO. 6, 2011.

TFOUNI, S.A.V. et al. Contribuição do guaraná em pó (Paullinia cupana) como fonte de cafeína na dieta. Rev. Nutr. vol.20 no.1 Campinas Jan./Feb. 2007.

LIMA, N.S. et al. Modulatory Effects of Guarana (Paullinia cupana) on Adipogenesis. Nutrients 2017, 9(6), 635. 

Gabriella Fernandes Gachet
CRN 4 - 10100421 Formada pela UERJ em 2010, mestre em Nutrição pela UFRJ em 2016. Foco em alimentação consciente e emagrecimento.