Saúde Bucal

18/11/2015 01:10 - Atualizado em 30/11/2016 10:51

Previna-se das principais doenças da boca

Consultas regulares ao dentista contribuem para um diagnóstico precoce.

POR

Redação

  • +A
  • -A

As doenças da boca comprometem a qualidade de vida do paciente e, quando não tratadas, podem progredir para quadros mais graves. Fábio Nunes Roca,  cirurgião traumatologista bucomaxilofacial, conversou com o Vivo Mais Saudável sobre o assunto e deu algumas dicas importantes para a prevenção e o tratamento desses problemas. Confira!

Principais doenças da boca

Segundo Fábio, as principais patologias encontradas no dia a dia da clínica odontológica são, sem sombra de dúvidas, doenças inflamatórias ou infecciosas, que são decorrentes de complicações dos processos de cárie e gengivite.

"Normalmente, o paciente relata dor, que pode ser localizada ou irradiada, e muitas vezes pode ter edema  e vermelhidão na região afetada", comenta o especialista.

dentista inspecionando doenças da boca do paciente

Além desses, pode ocorrer outros tipos de patologias bucais. Muitas vezes, elas são assintomáticas. "Cistos, tumores odontogênicos e lesões cancerizáveis, como a leucoplasia e a eritroplasia, são alguns exemplos", conta Fábio. Esses casos normalmente são de fácil identificação por meio de um exame físico adequado. Quanto antes a lesão for identificada, melhor será o prognóstico do tratamento.

O principal motivo de complicações de cáries e gengivites está diretamente ligado à higiene bucal. Outras doenças da boca podem ser agravadas pelo fumo, pelo abuso de bebidas alcoólicas, por doenças imunossupressoras e pelo diabetes.

Saiba Mais
Afta na gengiva: entenda as causas e reconheça os sintomas
Cárie infantil pode ser evitada ainda na gestação
Entenda as causas da boca amarga e veja como evitar

Fábio explica que, antes de tratar, é importante um correto diagnóstico, com exames adequados. O tratamento pode variar de acordo com a patologia, "desde um tratamento de canal ou uma raspagem subgengival até tratamento cirúrgico", explica.

O tratamento de canal consiste na retirada da polpa dental, na limpeza do sistema de canais e na obturação da região com material adequado. A raspagem subgengival tem o objetivo de eliminar o tártaro aderido à superfície das raízes dos dentes, com o intuito de eliminar as bactérias. Já o tratamento cirúrgico pode envolver extração de parte ou de todo o dente.

mulher segurando o queixo pois tem doenças da boca

Importância da prevenção

Para o profissional, a prevenção é a melhor forma de evitar danos maiores à saúde. É fundamental a conscientização do paciente e um comprometimento no sentido de eliminar os fatores de risco.

"Parar de fumar e de ingerir bebidas alcoólicas, ter uma vida mais saudável, com uma alimentação adequada e a prática de exercícios físicos regulares, e, obviamente, uma manutenção de higiene bucal adequada são hábitos preventivos", comenta Fábio.

Segundo ele, realizar o autoexame em casa, em frente ao espelho, com ajuda de um palito de picolé e uma lanterna, também é uma excelente prática para detectar doenças da boca. É necessário inspecionar as mucosas jugais (bochechas), afastando-as bem, para conseguir enxergar todas as áreas.

Além disso, é importante observar a língua em toda a sua extensão, colocando-a forçadamente para fora, utilizando uma gaze para ajudar na tração. Também vale inspecionar o assoalho da boca (abaixo da língua), o palato (céu da boca) e a garganta.

"A qualquer sinal de alteração, mesmo que indolor, deve-se procurar um cirurgião-dentista. Além disso, consultar regularmente o dentista ajuda na identificação de doenças em estágios iniciais", reitera.

Que tal dar mais atenção à sua higiene bucal e garantir mais saúde para o seu dia a dia? Conte para nós quais são os hábitos dos quais você não abre mão! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
prevenção
gengiva
higiene bucal
dentes

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ