Saúde Bucal

16/08/2014 02:00 - Atualizado em 11/12/2016 09:24

Mordida cruzada: Como tratar o mau posicionamento dos dentes

Problema da mordida cruzada pode trazer complicações.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O cuidado com a saúde da boca é muito importante, e um dos problemas que podem surgir e que devem ser tratados é a mordida cruzada. Esse inconveniente bucal pode ser resolvido tanto na infância quanto na fase adulta e é responsável por algumas corriqueiras incomodações, que podem ocasionar consequências sérias em casos mais extremos.

mordida-cruzada

Para saber se você tem ou não esse problema, é preciso analisar como estão dispostos os seus dentes na boca. Os dentes de cima precisam estar alinhados aos de baixo. Existem dois tipos de mordida cruzada: a anterior, quando os dentes que não estão alinhados são os da frente; e a posterior, quando os dentes desalinhados são os de trás.

Sintomas da mordida cruzada

Além de toda a questão estética que envolve o não-alinhamentos dos dentes, existem outros malefícios. A mordida cruzada pode ser responsável por dificuldades de se mastigar alimentos, de respirar e até de falar. Além disso, outros problemas envolvendo a musculatura do rosto podem surgir e se agravar.

Tratamento

Para deixar a boca bonita novamente, um dos melhores tratamentos para este incômodo bucal é o uso do disjuntor palatino. Mas é preciso ficar atento no diagnóstico. O tratamento muda conforme o estágio em que o problema se encontra e a idade que a pessoa tem.

O disjuntor palatino é um aparelho usado no céu da boca e que tem como função deixar os dentes todos alinhados. O ideal é que os pais, assim que notarem o problema no filho, o levem em um dentista para uma análise – e, se for necessário, já usar o aparelho. Quanto mais cedo começar o tratamento, melhor.

Em casos de adultos que queiram resolver o problema, existe a opção de uma cirurgia bucomaxilofacial. Ela demanda um maior cuidado e exige um período de recuperação que varia conforme a dificuldade do procedimento. O único profissional capacitado a avaliar a necessidade do tratamento para a mordida cruzada, é o cirurgião dentista. Ele vai te orientar quanto ao uso de aparelhos ou na realização de uma cirurgia.

Aparelhos para corrigir a mordida cruzada

Os aparelhos têm como função aumentar o espaço do maxilar, para que ele se encaixe na mandíbula perfeitamente. Este tratamento é indolor, mas é possível que no início o jovem sinta um desconforto na boca. Assim que o aparelho abrir espaço no maxilar, um espaço vazio surge entre os dentes da frente. Isso é normal, apesar de muitos se assustarem quando isso acontece. É importante destacar que os dentes voltarão ao lugar correto e esse espaço vai sumir com o tempo.

Como jovens detestam usar aparelhos e, sempre que possível, os estão tirando da boca, anulando a sua funcionalidade, esse aparelho é fixo. Não pode ser removido. E o seu uso é de cerca de cinco meses. A mordida cruzada não é brincadeira e traz mais complicações do que simplesmente a parte estética. Então não esqueça: se possível, trate o problema logo cedo.

TAGS
mordida cruzada
dentes
aparelho

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ