Saúde Bucal

14/03/2015 09:45 - Atualizado em 28/10/2016 08:34

Implante dentário corrige imperfeições do sorriso

Procedimento melhora autoestima e proporciona mais conforto para sorrir, falar e comer.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O implante dentário é uma das melhores alternativas para quem, por algum motivo, sofre com a falta de um ou mais dentes na boca. Por vezes, as próteses tradicionais, como a dentadura ou a ponte, causam desconfortos para mastigar, falar ou sorrir. Já o implante proporciona mais conforto e confiança.

A cirurgia para a colocação do implante é realizada no próprio consultório odontológico e a cicatrização completa do osso demora entre dois e seis meses. No procedimento, um pino de titânio é fixado no osso maxilar ou na mandíbula, como uma espécie de raiz artificial, sem prejudicar a saúde dos outros dentes.

implante dentario

Sobre o parafuso de titânio é colocado o dente artificial. Ele é moldado e pigmentado para ficar com o aspecto o mais semelhante possível dos dentes naturais. Passados 15 ou 20 dias da colocação do dente, o paciente já sentirá sua boca voltando ao normal.

Com o tempo, a falta de dentes ocasiona a perda do osso e os lábios enrugam, dando um aspecto de pele envelhecida. Por ser uma solução fixa e que se assemelha a um dente natural, o implante dentário retarda o enfraquecimento do osso e traz autoconfiança e autoestima para o usuário.

Contraindicações para a colocação do implante dentário

A cirurgia de implante dentário é um procedimento seguro e não tem muitas contraindicações. Estatísticas apontam que, nos últimos 20 anos, 95% das cirurgias realizadas tiveram sucesso total.

Como o parafuso é fabricado com titânio, um material biocompatível, é impossível haver rejeição do organismo, já que ele não é considerado um “corpo estranho”. Porém, o implante pode ser prejudicado pelo fato de o paciente fumar, sofrer com inflamações ou desenvolver doenças crônicas.

Pode haver contraindicações, algumas locais e outras gerais. Entre as locais, as mais comuns são a baixa quantidade de estrutura óssea para sustentar o pino, o excesso de gengiva ou pouco espaço para colocar o dente.

Entretanto, todos esses problemas podem ser resolvidos com outros tratamentos odontológicos. As contraindicações gerais estão ligadas ao estado clinico geral da pessoa que irá se submeter ao implante dentário.

A cirurgia não é recomendada para pessoas com diabetes ou pressão alta. Pessoas com osteoporose, com tumores na cabeça ou no pescoço e que façam tratamentos com remédios à base de alendronatos ou bisfosfonatos também devem evitar o procedimento.

Cuidados antes e depois da cirurgia de implante dentário

Mesmo sendo artificial, o implante dentário deve ser cuidado da mesma forma que os dentes naturais. A higienização é fundamental tanto no pré quanto no pós-operatório.

É preciso escovar os dentes adequadamente e, pelo menos, três vezes ao dia, além de passar o fio dental diariamente. Usar enxaguantes bucais e flúor também é importante para manter a boca livre de bactérias.

Em alguns casos, o cirurgião dentista poderá receitar o uso de colutório antisséptico para bochechos. A higienização incorreta ou inexistente pode acarretar na inflamação do implante e fazer com que seja necessário removê-lo.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
dentes
cuidados
dentista
implante

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ