Saúde Bucal

11/03/2016 03:00 - Atualizado em 03/12/2016 03:16

Clareamento a laser funciona, mas sai caro

Descubra por que a técnica leva algumas vantagens e saiba quando optar por ela.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O sorriso é nosso principal cartão de visitas. É por isso que tantas pessoas recorrem ao clareamento a laser, uma das técnicas de branqueamento mais eficientes. No entanto, o recurso não é para todos. Apesar de sua eficácia, esse procedimento pode pesar no bolso.

Independentemente do tipo de clareamento escolhido, é necessário ter acompanhamento do dentista e muito cuidado na hora dos procedimentos. Em casa, a técnica utiliza uma pasta especial e moldeiras. Já no consultório, são feitas sessões com uso de laser, oferecendo resultado mais rápido. Descubra qual modalidade é a ideal para você.

clareamento a laser numa boca sorridente

Vantagens do clareamento a laser

O amarelamento dental tem inúmeras causas. Tanto quem gosta de doces e carboidratos quanto os fumantes estão nos principais grupos de risco desse problema.

O excesso de açúcar traz prejuízos sérios aos dentes. Como eles fermentam rapidamente, tornam a boca um terreno fértil para bactérias que formam cáries, inflamam a gengiva e amarelam os dentes.

Para os fumantes, o clareamento a laser é uma solução rápida para combater o amarelado. No entanto, é preciso parar de fumar. Segundo pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp), a fumaça do cigarro modifica a estrutura do esmalte, penetrando no dente. Além disso, os cigarros são os principais responsáveis por deixar o sorriso amarelo.

Tanto o clareamento a laser quanto o feito em casa são eficientes, mas existem diferenças. Enquanto um é realizado no consultório, apresenta rapidez nos resultados e custa, em média, 3 mil reais, o caseiro pode ter um valor de até 700 reais. O preço se justifica, principalmente, no custo do material e na mão de obra do dentista.

Tire suas dúvidas sobre o clareamento a laser

Juntamente com substâncias químicas específicas, como o gel de peróxido de hidrogênio, as marcas são eliminadas das camadas externa e interna do dente pelo laser. São as moléculas de oxigênio liberadas nesse processo que clareiam o sorriso.

Dentes brancos em pouco tempo

São necessárias, geralmente, de duas a três sessões de uma hora de clareamento a laser para obter os resultados desejados. Porém, tudo depende da intensidade dos raios e de cada paciente. A duração do branqueamento é de aproximadamente dois anos, quando o sorriso pode escurecer um pouco, mas não voltar ao tom original.

Antes do procedimento

Não é necessário uso de anestesia para o clareamento. Desde que sejam todos naturais, qualquer dente pode ser clareado. Próteses ou qualquer tipo de resina precisa ser trocada, quando amarelada. O gel utilizado não desgasta os dentes nem prejudica a estrutura dental. Também não há uma idade específica para iniciar o clareamento, já que não é uma técnica invasiva.

Alimentação depois do clareamento

Por ser uma técnica que envolve produtos químicos, é necessário tomar alguns cuidados depois de clareados os dentes. Alimentos de cores fortes, como a beterraba, ou bebidas à base cola, por exemplo, podem tonalizar os dentes com clareamento. Isso ocorre porque o dente fica poroso pelo menos 24 horas após o procedimento e, como uma esponja, pode absorver os pigmentos.

Tirou suas dúvidas? Então aproveite para compartilhar o artigo com seus amigos nas redes sociais! E não se esqueça de conferir outras dicas de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
clareamento dental
clarear os dentes
branquear os dentes
odontologia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ