Saúde Bucal

14/11/2014 12:31 - Atualizado em 29/11/2016 08:28

Bruxismo infantil: Veja como identificar e tratar o problema

Bruxismo infantil é caracterizado quando a criança range os dentes durante o sono.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O bruxismo infantil é quando a criança aperta e range os dentes, de forma consciente ou não. O ato pode acontecer tanto durante o sono quanto em momentos de estresse do pequeno.

Causas do bruxismo infantil

Como as crianças levam uma rotina cada vez mais atarefada, não é raro que se tornem mais frequentes os episódios de irritação, nervosismo e ansiedade, que contribuem muito para o desenvolvimento do transtorno.

Mas não dá para confundir. Durante a noite, é normal que os maxilares sejam pressionados um contra o outro. Assim, só se caracteriza bruxismo infantil quando a criança acaba rangendo e apertando os dentes devido à hiperatividade dos músculos envolvidos na mastigação.

Como resultado, os dentes acabam desgastados e fazem esses músculos começarem a trabalhar em uma distância diferente da que estão preparados para fazer. Isso gera espasmos bem dolorosos na musculatura da face e também nas articulações próximas às orelhas.

Por causa desse desgaste, o bruxismo infantil pode causar problemas também nas gengivas, que ficam sensíveis e acabam sangrando, causando ainda mais incômodo. A sensibilidade nos dentes ao ingerir líquidos ou alimentos gelados também pode ser um sinal da doença.

bruxismo-infantil

Sintomas do bruxismo infantil

Os sintomas do bruxismo infantil aparecem geralmente a partir dos 2 anos de idade, quando a criança já apresenta quase todos os dentes de leite. No entanto, antes dos dois anos ela também pode dar sinais de que tem chance de desenvolver o transtorno, como apertar os dentes em situações de irritação, por exemplo. Nesses casos, o ideal é consultar um especialista para que ele possa fazer a avaliação correta do risco.

Ainda que você não note esse comportamento no seu filho, outros sinais menos óbvios também podem indicar que a criança sofre do transtorno. Dores frequentes no ouvido, assim como reclamar de dor de cabeça e irritabilidade na hora de dormir podem ser indicativos de que a mandíbula tem ficado em atrito na hora da mastigação em razão do ranger dos dentes.

Diagnóstico e tratamento

Assim como no caso dos bebês, é importante procurar seu pediatra de confiança para avaliar esse e qualquer outro tipo de problema que possa estar causando o incômodo. Algumas vezes, o ranger dos dentes pode ser causado até por vermes parasitários, por isso a importância do diagnóstico precoce.

Depois de fazer todos os exames necessários e descartar outros tipos de doenças, o ideal é procurar um dentista para que ele possa examinar a musculatura da face e os dentes da criança e então diagnosticar ou não o bruxismo infantil.

O tratamento mais comum, já que não existe uma cura específica, é feito com remédios que controlam a ansiedade e o estresse da criança, sendo recomendado também que se respeite uma rotina mais tranquila para ela, combinados com placas flexíveis de silicone, moldadas de acordo com a arcada dentária do paciente, que restringem a movimentação dos músculos da face durante o sono e assim diminuem o atrito que desgasta os dentes e pode evoluir para doenças mais sérias.

Gosta das nossas dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
bruxismo
saúde
crianças

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ