Primeiros Socorros

23/04/2015 04:01 - Atualizado em 05/12/2016 05:27

Vítimas de sufocamento precisam de socorro urgente

Saiba como identificar e prestar os primeiros socorros em casos de sufocamento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já sofreu ou presenciou um episódio de sufocamento e não soube o que fazer? O bloqueio da passagem de ar para os pulmões pode ser contornado rapidamente e evitado.

O sufocamento, ou asfixia, é bastante comum. Um pedaço de comida, pequenos objetos e até uma prótese dentária podem ser ingeridos por acidente. Em alguns casos, doenças também dificultam ou impedem a respiração normal.

É necessário prestar especial atenção às crianças pequenas, que costumam levar objetos à boca. Entenda melhor as causas do sufocamento e como revertê-lo.

sufocamento

Causas do sufocamento

O sufocamento acontece quando o oxigênio não chega aos alvéolos do pulmão, ou não seja trocado pelo gás carbônico como deveria. São várias as possíveis causas, dentre elas:

- Causas químicas

- Afogamento

- Enforcamento

- Parada dos músculos respiratórios devido a doenças nervosas degenerativas

- Envenenamento

- Broncoaspiração de vômitos ou objetos estranhos.

Para que os primeiros socorros sejam possíveis, primeiro é preciso identificar o tipo de sufocamento.

Obstrução parcial: se a pessoa sufocada ainda emite sons e tosse, por exemplo, é um sinal positivo. Significa que suas vias aéreas não estão totalmente obstruídas. Tossir é um mecanismo de defesa do corpo humano para expulsar restos de comida ou objetos, por isso incentive para que a pessoa continue tossindo.

Caso você consiga ver o que está obstruindo a respiração, extraia o objeto utilizando os dedos polegar e indicador. Mesmo que a situação se inicie com um sufocamento parcial, mantenha-se atento para que o bloqueio não se torne total.

Obstrução total: nesse caso, a pessoa sufocada não emite nenhum som, mas está consciente. Ela não é capaz de tossir porque o objeto em questão tampa por completo suas vias aéreas. Nesse momento, devem-se aplicar os primeiros socorros.

Primeiros socorros para sufocamento

sufocamentoRealize a manobra de Heimlich somente se a pessoa não puder tossir, falar, gritar e, consequentemente, respirar. Posicione-se atrás da pessoa, mas um pouco para lado.

Envolva seu peito com uma mão e incline a pessoa um pouco para a frente, de forma que o objeto que estiver obstruindo a garganta se movimente em direção à boca, nunca para dentro.

Comece dando cinco golpes secos entre a omoplata da pessoa sufocada. Faça-o com a parte da mão localizada entre a palma e o pulso. Depois de cada golpe, observe se o objeto e saiu.

Se o bloqueio continuar e a pessoa não conseguir respirar, aplique cinco compressões no abdômen. Feche o punho e coloque-o sobre o umbigo do indivíduo, na boca do estômago.

Com a outra mão aberta sobre a mão que está no umbigo, pressione o estômago para trás, com movimentos secos e bruscos. Repita a operação até que o objeto saia.

Atenção: não aplique essa ação em mulheres grávidas e crianças menores de um ano, tampouco em pessoas obesas.

Se as vias respiratórias da pessoa continuarem fechadas depois de três ciclos de compressão e três golpes nas omoplatas, chame uma ambulância. Nunca deixe a pessoa sozinha e continue aplicando a técnica.

Viu como é importante ter noção de primeiros socorros? Deixe seu comentário e continue acompanhando as novidades de saúde do Vivo Mais Saudável.

TAGS
engasgar
respiração
envenenamento
manobra de heimlich

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ