Primeiros Socorros

04/09/2014 03:24 - Atualizado em 04/12/2016 07:44

Veja como socorrer um caso de fratura exposta

Atendimento inicial à vítima de fratura exposta é importante para mantê-la calma e preservar sua saúde.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Talvez você já tenha se deparado com uma situação em que uma pessoa quebra um osso. Em um jogo de futebol, por exemplo. A dor costuma ser muito forte e, nesse caso, é sempre importante manter a calma para tentar passar essa tranquilidade para a vítima. Tal conduta é essencial em casos de fratura exposta.

fratura-exposta


O que é a fratura

A fratura nada mais é do que uma interrupção na continuidade de um osso. Entre as suas possíveis causas, estão as quedas, impactos muito violentos ou movimentos fortes.

Os locais do corpo mais comuns de elas acontecerem são nos membros: pernas, braços, mãos, pés e dedos são os mais atingidos pelas fraturas. Porém elas podem atingir qualquer osso do corpo.

Em geral, quando elas acontecem na cabeça, no pescoço e na coluna, podem ser ainda mais graves e necessitam de um cuidado maior, tanto na assistência inicial quanto no atendimento médico final.

Crianças e idosos costumam ter mais fraturas. As crianças pelo fato de ainda estarem com os ossos em formação, já as pessoas mais velhas pelo desgaste natural dos tecidos que acontece com o passar dos anos, ou por serem vítimas mais frequentes de doenças como a osteoporose.

Quando ocorre a fratura exposta

A fratura exposta ocorre quando o osso que foi quebrado rompe a pele e os músculos da região do corpo atingida. Na maioria das situações, o osso não fica tão visível. Porém, em alguns casos, ele perfura a epiderme, a derme e os tecidos musculares, tornando-se visível para fora da pele.

Nestes casos, além de a vítima sentir uma dor muito forte, costuma ficar assustada, pensando que pode perder o membro.

Em caso de fratura exposta, alguns procedimentos podem ser tomados antes que o atendimento médico de urgência chegue ao local, mas nada substitui o parecer de um especialista. Portanto, ao se deparar com uma situação assim, ligue para a emergência o mais rápido possível.

O que fazer em casos de fratura exposta

- O primeiro procedimento é conversar com a vítima e tentar deixar ela mais calma, explicando que o atendimento vai chegar em breve e que os primeiros cuidados estão sendo tomados.

- Faça a limpeza do ferimento com soro fisiológico ou água e cubra-o com gazes ou curativos limpos.

- Com cuidado, tente retirar qualquer fragmento ou corpo estranho que não esteja penetrando os tecidos.

- Tente fazer a imobilização do membro onde ocorreu a fratura exposta, para que a vítima não tenha ainda mais problemas. Utilize uma tábua ou algum outro material que possa servir de apoio firme para o membro.

- As bordas dos ossos costumam ser afiadas e podem causar lesões aos músculos, nervos, artérias e veias do paciente. Ao imobilizar, tome cuidado para não machucar ainda mais a vítima.

- O membro que está apoiado deve ser envolvido por ataduras, mas não faça uma compressão muito forte para não haver necrose (morte dos tecidos).

- Se estiver sangrando, faça uma compressão na ferida, mas não em todo o membro. O objetivo é estancar a hemorragia.

O que não fazer

- Evite tentativas de manipulação dos fragmentos ósseos.

- Não remova lanças e facas. Apesar de causarem lesão, elas podem promover compressão de grandes vasos. A retirada levará a uma hemorragia.

- Evite reduzir as deformidades ou realizar procedimentos que somente especialistas podem fazer, pois tal iniciativa poderá agravar a lesão.

Você gosta das nossas dicas de saúde? Não deixe de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
fratura
acidentes
primeiros socorros

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ