Primeiros Socorros

11/01/2016 07:00 - Atualizado em 02/12/2016 04:45

Torne-se um socorrista e ajude a salvar vidas

A profissão exige formação específica e diversos treinamentos, além de preparo físico e emocional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O profissional chamado de socorrista é aquele habilitado e treinado para prestar o socorro pré-hospitalar, ou seja, o atendimento médico de emergência antes da chegada ao hospital. Para isso, ele precisa estar preparado para lidar com situações estressantes e inesperadas, convivendo com problemas que vão desde os mais simples até possibilidades de morte.

Para quem tem a vontade de salvar vidas e ser um profissional desses, é preciso ter formação na área médica e ainda passar por uma série de cursos e treinamentos.

socorrista em treinamento com boneco

Como é o trabalho de um socorrista

Também chamado de paramédico, o socorrista é o profissional da área da saúde que auxilia nos serviços médicos em situações de emergência. No Brasil, enfermeiros, técnicos e fisioterapeutas atuam na área.

A principal função desse profissional é prestar atendimento urgente de primeiros socorros no local onde ocorreu o acidente ou enfermidade. Busca-se, com isso, minimizar os possíveis efeitos causados pelo transporte, além de realizar outras ações de assistência necessárias aos acidentados e enfermos.

Também é responsabilidade do socorrista controlar o local do acidente para proteger a si mesmo e ao paciente e para prevenir outros acidentes. Tudo isso deve ser feito no menor tempo possível, identificando-se o estado físico e os sintomas primários da pessoa e tomando-se as providências iniciais necessárias para garantir a sua segurança.

O profissional pode atuar em hospitais e centros de emergência. Também apoia as atividades de resgate em acidentes e em outros locais onde aconteçam sinistros como incêndios, desabamentos e enchentes. Ainda, ele deve estar apto a auxiliar a equipe médica no transporte dos pacientes.

Saiba Mais
Acidente de carro: Veja como prestar socorro às vítimas
Dicas de primeiros socorros: quando e como devemos agir diante de um acidente
Como prevenir acidentes com crianças nas férias

Requisitos para ser um socorrista

Instituições e centros de ensino da área da saúde oferecem cursos técnicos de socorrista, que duram cerca de 18 meses. Além disso, algumas unidades do Corpo de Bombeiro e da Polícia Militar também fazem treinamentos e capacitações para seus profissionais que possuam interesse em atuar na área de resgates.

Além do treinamento intenso e do conhecimento técnico e prático sobre atendimento emergencial, outros fatores também são importantes para a atuação do paramédico. Trabalhar no resgate de vítimas não é uma tarefa fácil e exige muito preparo físico e equilíbrio emocional.

O profissional precisa desenvolver técnicas de autocontrole para manter a calma mesmo em situações extremas, pois terá que presenciar frequentemente a iminência de morte de um paciente e agir em situações inesperadas. Algumas delas são vítimas em estado de choque, com hemorragia, fraturas ou ferimentos diversos.

Essa é uma profissão difícil e instável, mas que ajuda a salvar vidas e garantir que os pacientes cheguem aos hospitais com segurança. Para isso, é preciso muita dedicação e conhecimento, além de aspectos emocionais que são importantes para lidar com o dia a dia.

Você já pensou em ser um socorrista? Conte para nós nos comentários! E aproveite para conferir as dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
emergência
paramédico
resgate
especialização

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ