Primeiros Socorros

26/05/2015 04:07 - Atualizado em 01/12/2016 10:48

Sofreu uma escoriação? Saiba como proceder

Em alguns casos, a escoriação pode piorar e apresentar quadros de infecção.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A pele é o maior órgão do corpo humano e está sempre exposta a riscos. Um dos machucados mais comuns é a escoriação. Trata-se de uma lesão simples da camada superficial da pele, que apresenta sangramento discreto, mas que costuma ser extremamente dolorosa.

As escoriações geralmente não representam risco à vítima quando isoladas, mas alguns traumas podem ocasionar lesões mais extensas e profundas, que chegam até a parte subcutânea da pele. Saiba como tratar uma escoriação e em que casos é preciso atenção.

escoriacao

Causas e riscos de uma escoriação

As crianças são sempre fortes candidatas a sofrerem uma escoriação. Brincadeiras, quedas de bicicleta e de patins podem ocasionar o problema. Uma simples distração, como esbarrar numa parede com textura ou num objeto áspero, também pode levar ao machucado.

Em adultos, o manuseio inadequado de objetos cortantes e pontiagudos é outra causa comum, assim como a prática de esportes em terrenos irregulares - caso do motocross, do vôlei, do futebol de praia e de algumas lutas.

Sem o cuidado adequado, uma das consequências mais graves da escoriação é o tétano, infecção potencialmente fatal. E a lesão não precisa ser grande para haver contaminação. O principal perigo está nas feridas pequenas que, justamente por parecerem inofensivas, não são devidamente tratadas.

Outro risco da escoriação são as infecções. As feridas, por menores que sejam, podem virar uma porta de entrada para micro-organismos que danificam os tecidos e, em alguns casos, atingem a corrente sanguínea.

Como limpar e tratar o ferimento

Em caso de escoriação, o primeiro passo sempre é higienizar as mãos com água e sabão para realizar o curativo. Após a limpeza, é necessário lavar o local do ferimento com água corrente para eliminar qualquer fragmento que tenha ficado sobre a lesão.

Se a escoriação estiver sangrando após a profilaxia, deixe que o sangue saia por mais algum tempo, pois uma pequena hemorragia funciona como um mecanismo de limpeza do organismo. Em seguida, pressione com gaze o local, estancando o sangramento.

Com o local da escoriação higienizado, você pode utilizar algum antisséptico para proteger a pele. Se a área atingida for grande, cubra com gaze ou curativo prontos, deixando um espaço para ventilação do ferimento.

Procure trocar o curativo pelo menos uma vez por dia. Mantenha-o sempre limpo e seco.

Em casos de escoriações mais graves, com sangramentos mais intensos, o essencial é procurar auxílio médico. Recomenda-se, ainda, estar em dia com a vacina antitetânica, cujo efeito vale por até dez anos.

Gostou das dicas de primeiros socorros? Deixe um comentário! E lembre-se que sempre tem novidade de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
sangramento
curativo
lesão
machucado

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ