Primeiros Socorros

28/04/2015 03:34 - Atualizado em 06/12/2016 11:26

Saiba como agir em caso de queimadura de segundo grau

Produtos como sal, açúcar, pasta de dente ou café não ajudam no tratamento das feridas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Mesmo quando leves, as queimaduras podem gerar dor e uma sensação de ardência na pele. O que não faltam são métodos caseiros ensinados para agir diante desses casos. Mas é preciso ter atenção: existem três tipos de lesões, a exemplo da queimadura de segundo grau, e o tratamento para cada uma delas pode ser diferente.

Além disso, é preciso ter cuidado para não tomar atitudes que, ao invés de melhorar, sejam prejudiciais ao ferimento. Para estar prevenido em caso de acidentes, saiba mais sobre as queimaduras, especialmente as de segundo grau, e os procedimentos a serem adotados.

queimadura de segundo grau

Como identificar uma queimadura de segundo grau

Segundo definição da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, as queimaduras são lesões nos tecidos que envolvem as diversas camadas do corpo. É o caso da pele, dos cabelos, do tecido celular subcutâneo, dos músculos e dos olhos.

Embora elas costumem ser associadas ao contato com fogo ou objetos quentes, essa não é a única forma de sofrer a lesão. Existem também as queimaduras químicas, elétricas, por radiação, frio ou até mesmo fricção.

Em uma queimadura de segundo grau, ferimento intermediário, há destruição da epiderme e da derme, com dor intensa no local. É provável que ocorra o surgimento de bolhas ou até mesmo o desprendimento da pele afetada. A recuperação, nesses casos, pode levar até três semanas e deixar machas no local.

Tive uma queimadura de segundo grau, e agora?

queimadura de segundo grauA primeira atitude a ser tomada é lavar o local do ferimento com água corrente. Além de aliviar a dor, isso permite que qualquer resíduo que possa ter ficado na pele seja eliminado.

Feito isso, o próximo passo é cobrir as bolhas com gaze umedecida em soro fisiológico ou vaselina líquida estéril.

Se nenhuma das duas opções estiver disponível no momento do acidente, basta utilizar água limpa e em temperatura ambiente.

O curativo deve ser trocado diariamente, até que o ocorra a cicatrização. No entanto, não tente estourar as bolhas, isso pode causar infecção e agravar a ferida.

Caso ainda assim ocorra infecção ou a dor piore, é indicado procurar auxílio médico. O mesmo deve ser feito se a queimadura de segundo grau tiver atingido o rosto, as mãos, os pés ou grande parte do corpo.

Com a perda da parte superficial da pele, o corpo também pode perder água e sais minerais. Por isso, é importante tomar bastante água e evitar a desidratação.

Geralmente, remédios com propriedades analgésicas, como o ibuprofeno, são suficientes para controlar a dor e evitar o desconforto.

O que evitar em casos de queimadura

Além de saber como proceder em caso de queimaduras, é importante estar ciente sobre aquilo que não deve ser feito. As recomendações a seguir são da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e valem para lesões dos três graus:

- Não aplique produtos caseiros como sal, açúcar, pasta de dente ou café. O mesmo vale para pomadas que não tenham sido recomendadas por um médico

- O gelo não deve ser colocado diretamente sobre o local afetado. Em vez disso, prefira água corrente

- Caso a queimadura tenha sido causada pelo contato ou pela ingestão de produtos químicos, lave a área de forma abundante e depois procure ajuda médica imediatamente

- Evite tocar a área da queimadura

- Não tente retirar pedaços de roupa que possam ter ficado grudados na pele. Se necessário, recorte em volta da roupa e vá até o pronto-socorro mais próximo

- A gaze não pode ser substituída por algodão. Ele pode grudar na ferida e agravar a lesão, além de causar dor na hora da retirada.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
queimaduras
graus de queimadura
lesão na pele
o que fazer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ