Primeiros Socorros

02/03/2015 02:12 - Atualizado em 05/12/2016 01:21

Saiba como agir durante acidentes com raios

Acione sempre o corpo de bombeiros ou o Samu após os acidentes com raios.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dados da Agência Americana para Desastres (Fema) mostram que os casos de acidentes com raios são raros, mas responsáveis por mais mortes que tornados e furacões. Segundo uma pesquisa de 2010, da Rede Internacional de Localização de Descargas Atmosféricas, cerca de 760 tempestades acontecem por hora no mundo todo.

Conhecer os procedimentos de socorro às vítimas de raios é imprescindível para o salvamento. A agilidade é crucial nas situações de emergência. Reanimar a pessoa que sofreu a descarga só é possível se os primeiros socorros forem administrados corretamente.

raios

Na hora dos raios é necessário agilidade

Quando não fica aparentemente morto, quem sofre com a queda de um raio tem uma redução do nível de consciência, apresentando atordoamento. Procure no corpo da pessoa por alguma queimadura, principalmente na região das mãos e dos pés. Cintos, relógios e joias atraem a descarga elétrica, por isso verifique também nessas partes.

A alta voltagem dos raios provoca queimaduras que não podem ser medidas, já que se localizam na parte interna do corpo, causando danos ao organismo. Se a pessoa não conduz eletricidade, o que acontece em alguns casos, pode escapar sem consequências e em segurança.

Sempre que presenciar um acidente com raios, o primeiro passo é ligar para o Corpo de Bombeiros (193), a Polícia Militar (190), o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (192) ou a Defesa Civil do Município. Esses órgãos devem ser acionados porque não há muito o que fazer, caso a pessoa seja leiga na prestação dos primeiros socorros.

Se houver possibilidade de um novo raio cair, remova a pessoa imediatamente do local.

Com a vítima acordada, a inspeção no corpo para identificar queimaduras é o primeiro passo. Já naquelas pessoas que ficam sem reação, deve-se buscar pelos batimentos cardíacos e verificar a respiração.

Se não houver sinais vitais, é necessário administrar os procedimentos de socorro para reanimação, como massagens cardíacas e respirações artificiais, até a chegada do socorro. Descargas elétricas são muito perigosas, por isso é sempre recomendável seguir as orientações de prevenção e efetuar os primeiros socorros diante de um acidente.

Evitando os acidentes com raios

Na aproximação de uma tempestade, busque abrigo em casa ou em algum lugar fechado. Em carros com capota de metal, a segurança pode ser maior, já que os pneus são isolantes de raios.

Locais descampados (praias, pastos e campos) são muito perigosos, pois o raio busca os lugares mais altos para cair, atingindo primeiro a pessoa. Se não houver para onde correr, quem estiver no campo deve se agachar, já que a terra conduz energia e ficar deitado pode ocasionar acidente.

Jamais fique dentro da água em momentos de temporal, pois a água é condutora de eletricidade. Fique longe de estruturas como postes e árvores e libere-se de qualquer material metálico que estiver em contato com seu corpo.

Dispositivos eletrônicos não devem ser utilizados. Retire tudo que for possível da tomada.

Gostou das dicas de primeiros socorros? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
raio
cuidados
tempestade
emergência

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ