Primeiros Socorros

28/05/2016 06:00 - Atualizado em 26/06/2017 03:47

Pancada na cabeça deve ser levada a sério

Após um acidente, é preciso procurar ajuda médica para verificar se há traumas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Levar uma pancada na cabeça é sempre um susto. E esse tipo de acidente, por mais simples que pareça, não deve ser ignorado por ninguém. Em alguns casos, o impacto pode causar traumatismo craniano, uma grande ameaça ao funcionamento do cérebro.

O maior risco é a desatenção. Quedas, acidentes de automóvel ou trombadas com objetos são causas comuns para esse problema.

“Quando acontece de apenas formar um galo, coloque uma bolsa de gelo no local por no mínimo 30 minutos”, explica a técnica em enfermagem Ana Paula Schmitz. Casos mais graves, porém, exigem acompanhamento médico. “Os sinais que mais preocupam são tontura, vertigem, fraqueza e perda da memória”.

homem com cabeça enfaixada após pancada na cabeça

O que fazer após uma pancada na cabeça

Ana indica repouso total. O uso de bolsa de gelo ou compressas frias pode auxiliar na redução do edema e no alívio das dores. Tomar analgésicos também pode ajudar.

Amigos e familiares devem fazer perguntas para o paciente que sofrer uma pancada na cabeça. A dificuldade em responder questões como “que dia é hoje?” e “qual seu nome?” pode significar que algo está errado. “Se a pessoa estiver confusa, é um mau sinal. Procure ajuda médica”, alerta Ana.

Caso o impacto tenha sido muito forte, não mova a vítima. Chame o SAMU e, enquanto aguarda a chegada do serviço de emergência, tente manter a pessoa calma e imóvel.

O melhor exame de imagem a ser feito é a tomografia de crânio, que mostrará se houve algum hematoma ou qualquer outra anormalidade perigosa. A ressonância magnética também pode ser realizada. “Ela possui uma melhor reprodução de imagem, podendo mostrar algum sangramento tardio”, explica a técnica em enfermagem.

Crianças, que são mais suscetíveis a quedas, necessitam de diagnóstico rápido. É importante ficar de olho nas 48 horas seguintes à pancada. O pediatra deve ser consultado em caso de tontura, sono excessivo, sangramentos e muito choro.

Os perigos de uma pancada na cabeça

Segundo Ana, o traumatismo craniano é o perigo mais relevante. O problema é que alguns sintomas demoram a aparecer, sendo necessário observar a vítima por, no mínimo, 72 horas. Alguns sinais incluem:

- Perda de sangue pelas narinas ou pelos ouvidos

- Náuseas e vômitos

- Sonolência

- Alterações de equilíbrio

- Perda da visão

- Convulsões

- Dor de cabeça forte e continuada

- Confusão mental

- Formigamento

- Instabilidade emocional

- Movimentos estranhos nos olhos

- Febre.

Lembre-se: caso o acidente pareça ter sido grave, busque ajuda especializada. Do contrário, repouso e compressas com gelo podem ser o suficiente para atenuar as consequências da pancada na cabeça.

Tirou suas dúvidas? Então aproveite para compartilhar o artigo com seus amigos e familiares! E não deixe de acompanhar as novidades de saúde e bem-estar que o Vivo Mais Saudável preparou para você.

TAGS
traumatismo craniano
acidente
bater a cabeça
sintomas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ