Primeiros Socorros

16/02/2015 09:29 - Atualizado em 04/12/2016 02:42

Massagem cardíaca pode salvar vidas: Aprenda a fazer

A massagem cardíaca feita de maneira correta pode ser a diferença entre a vida e a morte.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Diante de uma emergência, é muito tênue a linha entre a vida e a morte. A rapidez do atendimento determina, inclusive, a gravidade das consequências de uma parada cardiorrespiratória, por exemplo. Nesse contexto, conhecer os procedimentos da massagem cardíaca pode salvar uma vida.

massagem cardíaca

Quando fazer a massagem cardíaca?

Se a pessoa está caída, não respira e não responde a nenhum estímulo, pode ser sinal de uma parada cardíaca. Somente nesse caso a massagem cardíaca é recomendada.

A também chamada reanimação cardiopulmonar é um conjunto de procedimentos que garantem que o oxigênio chegue aos órgãos vitais quando a circulação sanguínea não flui. Se ocorre uma parada cardíaca, o sangue não é bombeado para órgãos como coração e cérebro, comprometendo seu funcionamento e colocando em risco a vida da pessoa.

Em casos de parada cardiorrespiratória, cada segundo é importante. Se o paciente ficar dez minutos sem auxílio nenhum, já pode ir a óbito. Por isso, é importante manter a calma, chamar socorro e, logo em seguida, iniciar as manobras cardíacas.

Como fazer a massagem cardíaca

A primeira orientação é ligar para o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) pelo telefone 192. Enquanto aguarda, comece a massagem cardíaca.

Coloque a vítima deitada de costas em uma superfície dura. Para realizar o procedimento no local exato, visualize uma linha imaginária horizontal entre os mamilos e uma vertical que vá do queixo ao umbigo. O cruzamento dessas duas linhas é o ponto exato que deve ser massageado.

Nele, com os braços estendidos, coloque a base da mão (parte próxima ao punho) enquanto a outra mão vai por cima. A mão que está embaixo deve permanecer com os dedos abertos sem tocar o tórax. A mão que está em cima entrelaça os dedos da debaixo.

A partir daí, começam as compressões, que devem ser feitas de maneira vigorosa e firme. Um boa dica é mentalizar a música "Stayin' Alive", do Bee Gees, cuja introdução reproduz o rítmo correto em que uma massagem cardíaca deve ser feita (103 batidas por minuto).

A manobra deve ser realizada sem parar, até que chegue a ajuda profissional ou uma pessoa que saiba como manusear corretamente o desfibrilador.

A respiração boca a boca só é recomendada em caso de pessoas afogadas, bebês e crianças. Esse procedimento não é mais usado em outros casos de paradas cardiorrespiratórias, pois pode agravar o caso.

Cuidados com o procedimento

Por mais que você tenha segurança em realizar o procedimento, é preciso lembrar que apenas essa assistência é insuficiente para evitar o risco de morte. A massagem cardíaca é uma medida paliativa, tomada enquanto o auxílio profissional não chega.

Se o procedimento estiver sendo feito na presença de mais pessoas, enquanto uma faz a reanimação a outra pode receber instruções do órgão de urgência, via telefone. Dessa forma, o paciente é assistido adequadamente.

Gostou das dicas de primeiros socorros? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
parada cardíaca
socorro
massagem
ajuda

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ