Primeiros Socorros

13/04/2015 12:22 - Atualizado em 23/10/2016 11:13

Fraturas: Veja o passo a passo em caso de emergência

O atendimento inicial depois de fraturas pode melhorar as chances de recuperação e evitar complicações no caso.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um problema comum e que pode atingir pessoas de todas as idades são as fraturas. Existem diferentes tipos, variando de acordo com a localização, as causas e a gravidade. Esses fatores também definem a emergência com que o caso deve ser tratado.

As fraturas mais graves precisam de atendimento médico imediato, mas os primeiros socorros antes de chegar ao hospital também são importantes. Saber o que fazer e como imobilizar o local corretamente pode evitar complicações mais sérias no ferimento.

fraturas

Tipos de fraturas mais frequentes

A fratura é a ruptura de um osso, que se divide em dois ou mais fragmentos. As partes do corpo mais comuns de sofrerem traumas são os braços e as pernas. Em geral, fraturas na cabeça, no pescoço e na coluna exigem um cuidado maior nos primeiros socorros, para diminuir o risco de lesões graves.

Existem dois tipos de fraturas. As traumáticas são causadas pela aplicação de uma força maior que a que o osso possa suportar, ocasionando na sua ruptura. Já as patológicas ocorrem espontaneamente ou por causa de traumatismos pequenos sobre um osso previamente fragilizado devido a outros problemas, como osteoporose.

As principais causas das fraturas são quedas, impactos fortes ou movimentos violentos. As chamadas expostas acontecem quando há um rompimento dos músculos e da pele, expondo o osso. Esses casos são os mais graves e complexos, pois o ferimento no local da fratura está em contato com o ambiente e pode dar origem a infecções.

As fraturas podem ser percebidas quando há incapacidade, dor ou dificuldade em realizar movimentos. A área atingida também fica inchada e a posição do membro não é normal.

Crianças e idosos são as principais vítimas, pois os ossos são mais frágeis e os traumas, mais frequentes. Mulheres após a menopausa também fazem parte do grupo de risco, devido à propensão a osteoporose.

Primeiros socorros em caso de fraturas

O primeiro passo é chamar socorro imediatamente. Se a pessoa tiver condições de ser transportada, deve ser levada a um hospital.

É importante nunca tentar endireitar a fratura ou colocar o osso no lugar, isso pode piorar o quadro. O membro fraturado deve ser imobilizado. Segure a área com firmeza, com a ajuda de um papelão ou pedaço de madeira, uma atadura e um lençol, mas sem apertar muito.

Em caso de fratura exposta, o membro deve ser imobilizado e o local, coberto com um pano esterilizado ou bem limpo. Isso evita o contato com o ambiente.

Se o socorro demorar, é indicado ainda lavar o local com água corrente ou soro fisiológico, secando com um pano limpo. Não se deve utilizar nenhuma outra substância.

Já em caso de fratura do pescoço ou da coluna, a vítima deve permanecer imóvel para diminuir o risco de lesões graves. As fraturas devem ser corretamente tratadas e recuperadas para evitar deformação no osso, dor, artrose ou problemas de movimentação.

Gostou das dicas de primeiros socorros? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
ossos
acidentes
fratura
lesão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ