Primeiros Socorros

30/01/2016 04:00 - Atualizado em 04/12/2016 11:43

Exposição solar excessiva causa queimaduras graves

Saiba o que fazer para amenizar o problema durante o verão.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quem nunca tomou um torrão na praia após um dia de sol sem proteção, não é mesmo? O problema é que a exposição solar excessiva traz riscos ainda mais graves que as queimaduras.

De acordo com informações do Instituto Nacional do Câncer José de Alencar Gomes da Silva (INCA), a estimativa é que sejam registrados mais de 80 mil casos de câncer de pele em homens e mais de 94 mil em mulheres, somente em 2016. O excesso de sol é uma das principais causas da doença. Aprenda como se proteger e curta o verão numa boa.

mulher evita exposição solar excessiva com chapéu e protetor solar

Exposição solar excessiva é um risco

As queimaduras por exposição solar ocorrem quando a pessoa permanece tempo demais em contato com os raios ultravioleta. Alguns sintomas são temporários, mas outros podem se desenvolver para danos maiores na pele, o que leva a problemas graves, com o já mencionado câncer.

O banho de sol é saudável, desde que feito com cautela. Em excesso, a radiação pode causar envelhecimento precoce do tecido epitelial, além de queimaduras de primeiro e de segundo graus. Por isso, é importante tomar as medidas necessárias de proteção, especialmente se você for à praia ou passar o dia inteiro na piscina.

Normalmente, os sintomas de sol em excesso aparecem algumas horas depois. No entanto, podem demorar ainda mais, manifestando-se somente no dia seguinte. Eles incluem:

- Vermelhidão na pele, com sensibilidade ao toque

- Bolhas, que podem aparecer algumas horas ou dias mais tarde

- Febres e calafrios, consideradas reações mais graves

- Náuseas e erupção cutânea, podendo evoluir inclusive para desmaios

- Pele descascando dias após ficar vermelha.

Saiba Mais
Bloqueador solar previne rugas e câncer de pele
Saiba como agir em caso de queimadura de segundo grau
Maquiagem com filtro solar: Veja como funciona

Como lidar com queimaduras de sol

Se a pessoa exagerou na exposição solar, a primeira recomendação é colocá-la em banho frio, aplicando posteriormente compressas úmidas sobre a queimadura. Recomenda-se também passar loções hidratantes várias vezes ao dia.

As bolhas não devem ser estouradas. É preciso esperar que elas cicatrizem naturalmente para evitar infecções. Pode ser considerada a aplicação de uma pomada antibacteriana. Também não é recomendada a aplicação de vaselina, pasta de dente ou outras soluções tidas como caseiras, pois elas podem atrapalhar a cura ou piorar as queimaduras.

Para aliviar as dores, a pessoa que ficou exposta ao sol pode tomar medicamentos como ácido acetilsalicílico e ibuprofeno. Em alguns casos, é preciso procurar assistência médica. Desmaios ou tonturas, pulsação rápida, sede extrema, dor nos olhos, sensibilidade à luz, náuseas e calafrios são sinais que devem ser investigados.

E você, já exagerou no banho de sol alguma vez? Deixe seu depoimento nos comentários! E aproveite para conferir mais dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
queimadura
banho de sol
protetor solar
verão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ