Primeiros Socorros

07/02/2016 07:00 - Atualizado em 09/12/2016 11:12

Como realizar primeiros socorros para idosos

Ter noções básicas de primeiros socorros garante a segurança dos familiares.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos aponta que um em cada três adultos com mais de 65 anos sofre uma queda. Essa informação alerta para a importância de conhecer primeiros socorros para idosos.

Mesmo que sua mãe ou seu avô seja um velhinho inteligente e ativo, acidentes acontecem. Quando você menos espera, a pessoa pode cair, engasgar-se ou se queimar enquanto cozinha. Por isso, ter noção do que fazer em casos de emergência garante mais tranquilidade e segurança para toda a família. Confira algumas noções básicas.

menino realiza primeiros socorros para idosos

5 dicas de primeiros socorros para idosos

1. Queimaduras

Elas costumam acontecer após o contato com objetos quentes, água fervente, vapor, irradiação solar ou mesmo substâncias químicas. Para casos mais simples, como encostar no fogão ou numa panela quente, indica-se lavar a área com água corrente para amenizar a dor. Depois, pode-se higienizar a região com gaze embebida em soro fisiológico.

Se a queimadura for mais grave, jamais toque na área afetada, tampouco tente furar as bolhas ou remover os pedaços que possam estar grudados sobre a pele. Não aplique remédios caseiros como manteiga, água, gelo, azeite ou creme dental. Apenas um profissional da saúde pode administrar medicamentos para as lesões.

As queimaduras por produtos químicos também pedem cuidados. Retire as roupas do idoso sem tocar na região afetada. Lave o local com água corrente por aproximadamente dez minutos. Higienize com a ajuda de uma gaze e vá imediatamente ao médico.

2. Corpo estranho no olho

Não deixe o idoso coçar ou apertar a região. Aplique algumas gotas de soro fisiológico e peça para que ele fique com os olhos fechados por alguns minutos. Cubra com compressa umidificada com água ou soro, se necessário. Vá imediatamente ao médico, caso o objeto esteja cravado no olho.

3. Engasgamento

Com cuidado, pratique a manobra de Heimlich. Abrace a vítima por trás e posicione as mãos sobre a boca do estômago, comprimindo uma com a outra. Faça cinco movimentos bruscos para dentro e para cima. Repita se necessário. Caso o idoso esteja com falta de ar, leve-o rapidamente para a emergência.

4. Queda

Analise o estado da vítima. Se ela sentir dor, mantenha-a imobilizada. Ligue rapidamente para a emergência. Em casos mais simples, usar um saco de gelo pode diminuir o inchaço e o arroxeado dos hematomas. Lembre-se: batidas de cabeça são perigosas e pedem atenção redobrada.

5. Dores no peito

Leve o idoso ao médico sempre que ele reclamar de uma dor persistente no peito. Dores de cabeça, no braço e falta de ar também são sintomas importantes e que devem ser levados em conta. Jamais ignore esses sinais. Eles podem indicar o início de um infarto.

Monte seu kit de primeiros socorros

Ter um kit de primeiros socorros em casa é uma maneira de não perder tempo durante as emergências. Lembre-se de verificar periodicamente a validade dos itens. Também vale guardar todos os exames e remédios da pessoa sempre no mesmo local.

Confira o que não pode faltar na sua caixinha de cuidados:

- Soro fisiológico

- Iodo

- Gaze

- Algodão

- Tesoura

- Termômetro

- Curativos adesivos

- Ataduras

- Luvas descartáveis

- Fita adesiva.

Conhece outras dicas de primeiros socorros para idosos? Deixe um comentário! E aproveite para ficar de olho nas novidades de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
emergência
terceira idade
perigo
SAMU

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ