Primeiros Socorros

07/12/2014 08:10 - Atualizado em 03/12/2016 05:40

Coma alcoólico: Como socorrer uma vítima nessa condição

Quando entra em estado de coma alcoólico, a pessoa perde a consciência e os sentidos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O álcool é uma substância que tem capacidade de ação direta sobre o sistema nervoso central do ser humano. Quando ingerido em doses muito altas, causa uma espécie de choque, chamado coma alcoólico. Esse estágio da alcoolização acontece quando o sistema corporal já não consegue mais administrar a quantidade ingerida, e ela passa a bloquear os sentidos da pessoa.

Como acontece o coma alcoólico

O coma alcoólico é um processo que se dá gradualmente. Ninguém simplesmente entra nele após um ou dois copos de bebida. É preciso passar por vários estágios da alcoolização antes. Para compreender como se forma e o que causa o estado de coma, é preciso aprender primeiro qual é o processo de metabolização do álcool no corpo.

coma alcoolico

O álcool só entra em contato com a corrente sanguínea entre 15 e 60 minutos após ser ingerido. É ao chegar ao intestino delgado que ele é enviado para o sangue e através dele é distribuído nos tecidos corporais que possuem a mais alta concentração de água. Dentre esses tecidos estão o cérebro, o fígado, o coração e os rins. Por isso algumas bebidas causam incontinência urinária.

O fígado absorve 90% do álcool tentando eliminá-lo. O problema é que a cada uma hora, o fígado elimina a quantidade de álcool equivalente a uma lata de cerveja. Muito pouco quando a pessoa está bebendo de forma contínua. Ao chegar ao cérebro, a bebida começa a afetar o sistema nervoso, e aí inicia o processo do coma alcoólico.

O álcool que chega ao cérebro estimula os neurônios a liberarem uma dose extra de serotonina, o hormônio neurotransmissor que leva entre as células as sensações de prazer e regula o humor e a ansiedade. É por isso que, quando começam a beber, as pessoas costumam ficar mais alegres, animadas e desinibidas.

O problema é quando a pessoa continua bebendo. Nesses casos, outros neurotransmissores começam a ser afetados e, como consequência, outros sentidos também. O álcool inibe a liberação do glutamato, que regula o ácido gama-aminobutírico (conhecido pela sigla em inglês, GABA). Sem esse controle, mais GABA é liberado no cérebro. Mas esse neurotransmissor diminui a função dos neurônios e aí coordenação e o autocontrole se perdem.

A partir desse ponto, o coma alcoólico é uma questão de tempo se a pessoa não parar de beber. Cada vez os neurônios trabalharão menos, ela perderá a sensibilidade corporal e a capacidade de discernimento. Com os neurônios funcionando em baixíssima velocidade, a pessoa entra em um estado de sonolência, e depois vem a inconsciência - e o coma.

Passos para socorrer uma vítima do coma alcoólico

O primeiro passo para socorrer uma vítima do coma alcoólico é chamar o serviço médico de emergência. Só eles têm a formação, as instruções e o equipamento necessário para cuidar corretamente da pessoa.

Transporte a vítima para um local aberto e arejado, onde não haja aglomeração de pessoas. Monitore seus sinais vitais, para garantir que nada de mais grave tenha acontecido. Controle a respiração, os batimentos cardíacos e a temperatura corporal.

Vire a pessoa de lado. Assim, mesmo que ela vomite ou convulsione, não se engasgará. Mantenha a vítima aquecida com casacos e cobertores.

Gosta das nossas dicas de primeiros socorros e saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
coma
primeiros socorros
bebidas alcoolicas
álcool

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ