Mulher

03/02/2015 05:20 - Atualizado em 09/11/2016 03:30

Veja os benefícios do parto natural na água

Uma das vantagens do parto natural na água é a tranquilidade proporcionada à mãe e ao bebê.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dar o melhor para o bebê na hora do parto é o sonho de todas as mamães. Para aquelas que não gostam da ideia de trazer o seu filho ao mundo em um ambiente caótico, como pode ser o caso de alguns centros obstétricos, meios alternativos é o que não faltam. Um deles é o parto natural na água.

parto natural na água

A prática é antiga. O primeiro parto natural na água registrado pela medicina ocorreu na França, em 1805, e foi publicado no Annales de la Societé de Medécine Pratique de Montepellie.

Depois das mais de 48 horas de trabalho de parto da paciente, o médico, sem saber o que fazer, pediu auxílio a uma parteira. Ela indicou o parto natural na água. O bebê nasceu em seguida, muito saudável.

Parto natural na água: Vantagens para a mamãe

Por ser um parto mais tranquilo, é um momento mais íntimo com o filho. Após as contrações ficarem mais intensas, a mulher entra na banheira. A temperatura da água, que fica entre 36ºC e 38ºC, dá sensação de conforto e alivia naturalmente a dor.

Menos traumático que o procedimento de parto normal hospitalar, e também menos invasivo que a cesariana, o parto natural na água traz o equilíbrio emocional que a parturiente precisa para dar a luz. O importante é que ela seja conduzida por profissionais especializados.

Além disso, o pai pode participar do parto natural na água de diversas maneiras. Uma delas é, se ele e a mamãe desejarem, entrar junto na banheira. A outra é, com as orientações e cuidados necessários, ser aquele que auxilia a retirada do bebê da água.

Benefícios do parto natural na água para o bebê

Para muitos bebês, a hora do parto pode ser traumática. Imagine passar cerca de nove meses em um ambiente quentinho, aconchegante e rodeado de água. O parto convencional, em geral, expulsa a criança de um lugar que lhe é familiar para um mundo confuso, barulhento, frio e desprotegido.

O parto na água prolonga a sensação que o bebê tem dentro da barriga e o traz ao mundo de maneira tranquila e suave, na maioria das vezes sem choro.

Embora bastante seguro, muitas mamães ficam preocupadas com o risco de afogamento do bebê durante o parto natural na água. Esse risco é descartado se a água estiver na temperatura adequada e proporcionar ao bebê a mesma sensação que esse tinha quando estava no útero.

Não é para todas

Esse tipo de procedimento é contraindicado caso a mãe apresente algum problema cardíaco, se o bebê for prematuro ou muito grande, ou se estiver em posição fora da recomendada para o parto. Casos em que a mãe apresente sangramentos, infecções, gravidez de alto risco ou outras complicações também são impeditivos.

O parto na água pode ser realizado em hospitais que ofereçam o serviço ou mesmo em casa, porém sempre sob orientação de um profissional especializado. No caso da realização a domicílio, a parturiente não precisa ter uma banheira. O aconselhável é usar as descartáveis ou as infláveis, projetadas especialmente para a ocasião.

A melhor maneira de cuidar do seu bebê antes, durante e depois do parto é, sem dúvida, buscando informação. Converse com o seu obstetra e tire todas as suas dúvidas para que, na hora mais importante da sua vida, tudo ocorra bem e com tranquilidade.

Gostou da dica? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligada em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
gravidez
parto
parto na água
gestação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ