Mulher

10/02/2016 02:00 - Atualizado em 15/11/2016 12:39

Veja como prevenir o diabetes na gravidez

A melhor forma de tratamento é apostar em uma alimentação equilibrada.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O diabetes na gravidez atinge cerca de 7,5% das gestantes brasileiras. Na maior parte dos casos, a doença desaparece ao fim da gestação, mas isso não significa que os cuidados devam diminuir.

No período, as mulheres ficam propensas a outros problemas de saúde, devido ao aumento da produção de hormônios. Por isso, o diabetes gestacional precisa ser detectado o quanto antes para que a paciente receba o acompanhamento específico. Leia a seguir como é possível garantir a saúde da mãe e do bebê.

mulher com diabetes na gravidez é examinada

Por que ocorre diabetes na gravidez?

Mulheres que nunca apresentaram sinais do diabetes podem desenvolver a doença em decorrência do armazenamento de glicose para a alimentação do bebê. Além disso, o problema está relacionado a alguns hormônios produzidos pela placenta, que atrapalham o trabalho da insulina no controle do açúcar no sangue.

Em 2014, a Organização Mundial da Saúde (OMS) mudou os valores de avaliação. A entidade passou a considerar glicemia elevada e alerta de diabetes gestacional taxas de 92 mg/L de glicose no sangue. Anteriormente, o valor era de 95 mg/L.

Apesar de qualquer mulher poder desenvolver o diabetes na gravidez, aquelas com histórico familiar ou que tenham apresentado o quadro numa gestação passada correm mais risco. Também merecem atenção pessoas acima do peso, com idade avançada, com ovários policísticos ou grávidas de gêmeos.

O diagnóstico é feito durante os exames do pré-natal, em que são realizados testes para checar os níveis de glicose no sangue. Quando não controlado, o diabetes aumenta as chances de hipertensão e de eclâmpsiaAlém disso, a mãe pode vir a desenvolver a doença após o fim da gravidez.

Para o bebê, os riscos envolvem o aumento excessivo de peso e maiores chances de desenvolver diabetes quando adulto.

Como prevenir o diabetes gestacional

A alimentação é a base da prevenção do diabetes na gravidez. Um cardápio balanceado e nutritivo é fundamental para uma gestação segura e saudável. A recomendação é que as gestantes façam seis refeições por dia, contendo carboidratos integrais, proteínas, vitaminas e minerais.

Fibras, em especial, atuam na prevenção do problema, pois ajudam no controle da glicose no sangue. É importante evitar o consumo de doces, refrigerantes, frituras, gorduras em geral e alimentos ricos em sódio, como os embutidos e os congelados.

A alimentação equilibrada também é uma forma de controlar o problema para aquelas que já tiveram o diagnóstico. Em alguns casos mais graves, acaba sendo necessário o uso de insulina, que não causa mal para o feto.

Além disso, o acompanhamento médico desde a descoberta da gestação é muito importante. Além dessa doença, o profissional poderá mapear a saúde do bebê e da mãe, antecipando qualquer tipo de tratamento que se faça necessário.

Você teve diabetes na gravidez? Deixe seu relato nos comentários e ajude outras leitoras do Vivo Mais Saudável!

TAGS
diabetes gestacional
insulina
glicose
pré-natal

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ