Mulher

19/08/2015 08:25 - Atualizado em 10/12/2016 06:07

SCT: Absorvente interno pode causar doença fatal

A Síndrome do Choque Tóxico ocorre pela proliferação da bactéria Staphylococcus aureus.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Em 2012, a modelo californiana Lauren Wasser ganhou destaque na mídia após ter sua perna amputada em decorrência de complicações da Síndrome do Choque Tóxico (SCT), após o uso de absorventes internos. A doença rara é causada pela bactéria Staphylococcus aureus e evolui em uma rapidez preocupante, podendo, inclusive, levar à morte.

O uso de absorvente interno está associado à doença pelos materiais sintéticos de alta absorção. Estudos mostram que a substância do produto colabora para um ambiente propício à proliferação da bactéria, especialmente quando utilizado por longos períodos, contribuindo para que haja uma maior reprodução dos micro-organismos.

SCT absorvente interno

Os perigos da SCT

A SCT pode ser ocasionada por outros motivos, além do uso constante e prolongado dos absorventes internos. Vale lembrar que a doença pode afetar, também, crianças, homens e mulheres na menopausa, quando essas pessoas são expostas à bactéria.

A maior parte dos casos, entretanto, ocorre entre o público feminino. O micro-organismo que causa a doença existe de forma natural no corpo na mulher. Porém, o problema ocorre quando há uma proliferação fora do normal, ocasionando a produção de toxinas em excesso e, assim, causando o choque.

A relação exata entre o absorvente interno e a doença ainda não é clara. O que se sabe, até o momento, é que, quanto maior o grau de absorção do produto escolhido durante o período menstrual, maior o risco de contrair a doença.

Sintomas e diagnóstico

Uma das razões para essa síndrome ser tão grave é que os sintomas acabam, muitas vezes, confundidos com os de outras doenças comuns. Com uma evolução rápida, o problema acaba se tornando muito mais sério até que o tratamento seja iniciado.

Entre os sinais, estão febre, vômitos, diarreias, tonturas, dores, tensão arterial baixa, desmaios e, em estados já avançados, a descamação da pele. Porém, quando identificada precocemente, a SCT pode ser tratada com antibióticos e outros medicamentos eficazes, que oferecem grandes chances de recuperação.

sct lauren wasser

Cuidados importantes

Para se prevenir da SCT, alguns bons hábitos podem ser bastante úteis:

- Utilizar o absorvente interno de acordo com o seu fluxo, mas procurar optar por aqueles com menor grau de absorção, trocando-o mais vezes se for necessário

- Não permanecer longas horas com o mesmo absorvente interno, substituindo-o regularmente

- Jamais esquecer de retirar o absorvente interno

- Não utilizar mais que um item ao mesmo tempo

- Fazer uso do produto apenas durante o período menstrual e não para outros fluídos corporais

- Caso tenha costume de dormir por mais de oito horas, prefira utilizar absorventes tradicionais para o período de sono.

Além dessas dicas, vale lembrar que é fundamental manter uma higiene íntima cuidadosa, evitando, assim, não só essa, mas uma série de outras doenças que comprometem a saúde da mulher. Visitas regulares ao ginecologista também são muito importantes. Converse com o seu médico e tire outras dúvidas sobre os perigos da SCT.

Que achou do artigo? Deixe um comentário! E continue de olho nas dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
absorvente interno
bactérias
higiene íntima
menstruação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ