Mulher

05/09/2014 02:22 - Atualizado em 02/12/2016 07:16

Saiba tudo sobre a relação entre endometriose e infertilidade

Em alguns casos, a cirurgia pode ser a unica saída para endometriose e infertilidade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Endometriose e infertilidade possuem uma forte ligação. Conversar a respeito desse assunto é fundamental para que a mulher receba o tratamento adequado.

Os principais sintomas da endometriose são: a grande quantidade de cólicas menstruais, dores fora do período menstrual e durante relações sexuais e infertilidade.

“A doença pode acometer até 10% das mulheres com idade entre 15 e 45 anos, o que significa dizer que, de acordo com o censo de 2010, aproximadamente 5 milhões de mulheres brasileiras sofrem com a endometriose. Em todo o mundo, calcula-se que ela prejudique a vida de mais de 170 milhões de meninas e mulheres”, relata o ginecologista Bruno de Carvalho.

endometriose-e-infertilidade

Tratamento da endometriose e infertilidade


Para combater a dor da endometriose, o tratamento é sempre feito de forma individualizada. Costuma envolver combinações hormonais, analgésicos, anti-inflamatórios e abordagem cirúrgica. 

Infelizmente, endometriose e infertilidade são muitas vezes ligadas uma a outra. Acredita-se que cerca de 60% das mulheres que possuem a doença não conseguem engravidar.

Outra questão importante é que nem sempre a endometriose apresenta os sintomas de dor. Então, uma mulher que está tentando engravidar e não consegue pode, um dia, descobrir que tem a doença.

“O grande problema da infertilidade associada à endometriose está exatamente na falta de se ter estabelecido um único mecanismo de ação da doença sobre o processo reprodutivo. É provável que ela exerça influências negativas sobre todas as etapas do processo (ovulação, fertilização, formação do embrião e sua implantação no útero), bem como sobre a saúde dos óvulos e espermatozoides”, explica o ginecologista.

Quando a infertilidade está associada à endometriose, os tratamentos não são muitos. Às vezes os medicamentos dados para a dor, ou as cirurgias feitas, acabam auxiliando no processo reprodutivo. Entretanto, outras vezes não.

Mulheres que tenham a endometriose de forma leve ou moderada até podem conseguir engravidar. Para a reprodução, as tubas uterinas precisam estar intactas para permitir o deslocamento do embrião para o útero. Por isso que as mulheres que possuem endometriose profunda possuem mais problemas na ovulação, já que existe a presença de tecido endometrial nos ovários ou nas trompas.

Em alguns casos a endometriose e infertilidade têm solução. Para aumentar as chances de engravidar tendo a doença, é necessário: retirar o tecido endometrial que esteja dificultando a gravidez, realizar um tratamento hormonal, fazer testes de ovulações (que se compra em farmácias) e ter relações sexuais quando se está ovulando.

Endometriose e infertilidade: sem demora

O problema é que muitas mulheres não estão devidamente informadas sobre a endometriose e infertilidade. Essa é uma doença bastante comum no universo feminino. O que pode acontecer é da mulher demorar a descobrir que tem esse problema.

Por isso, se você está tendo problemas para engravidar, converse com o seu médico. Ele vai lhe explicar como endometriose e infertilidade podem muitas vezes serem tratadas.

Gostou das nossas dicas sobre endometriose e infertilidade? Então deixe um comentário e acompanhe nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
gravidez
infertilidade
saúde da mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ