Mulher

13/02/2016 10:00 - Atualizado em 23/11/2016 08:40

Saiba por que você está sempre estressada

Fatores de estresse na mulher podem ser diferentes, em comparação ao homem.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Cansaço é diferente de estresse. Porém, o fato é que existe muita gente estressada, especialmente mulheres, e isso pode ser um risco para a saúde.

As atividades do dia a dia exigem muito de todos nós. Às vezes, algumas horinhas de descanso não são suficientes para resolver o problema. O estresse é algo que, se esporádico, pode ajudar como recurso de sobrevivência, mas, quando repetido, pode causar danos ao organismo.

Aprenda a identificar sinais e situações de estresse e veja como cuidar da sua saúde.

mulher estressada no trabalho

Sinais do estresse nas mulheres

Fique atenta a alguns sinais que podem indicar se você está estressada:

1. Perda de cabelo

2. Dores no estômago

3. Pálpebras tremendo 

4. Acne, psoríase ou outros problemas na pele

5. Bruxismo (apertar ou ranger dentes)

6. Extremidades do corpo geladas

7. Dificuldade para dormir

8. Oscilações de humor

9. Diminuição na libido.

A boa notícia é que a exposição a situações de estresse pode ser driblada com algumas adaptações na rotina. Caso você não consiga lidar com essas situações permanentemente, seu corpo poderá começar a dar respostas negativas, pois o cansaço constante afetará os sistemas imunológico e nervoso, comprometendo a saúde em geral.

Existem pessoas que convivem bem com o estresse e até, de certa forma, se alimentam dessa correria e da pressão, mas tudo tem limite. E, de acordo com estudos do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, as mulheres são expostas a alguns fatores estressores a mais, que impactam na saúde e na qualidade de vida.

O primeiro deles é biológico, como as alterações no ciclo menstrual, regidas pelos hormôniosSomado a isso, se você estiver estressada, sua vida sexual também pode ser atingida.

Resultados preliminares de uma pesquisa sobre endometriose - realizada pelo Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - mostram que 40% das pacientes relataram alguma disfunção sexual. Dessas, 80% tinham depressão ou ansiedade, fatores de estresse.

Até férias podem gerar estresse. Conforme um estudo da International Stress Management Association no Brasil (ISMA-BR) 12% das pessoas entrevistadas se sentiam estressadas com a aproximação do recesso.

Além da mudança de rotina, há também uma diferenciação de gênero em relação às férias. Os homens costumam vê-las como um período para si mesmos, enquanto as mulheres as veem como uma oportunidade para fazer tudo aquilo que não fizeram durante o ano por falta de tempo - o que, é claro, pode incluir tarefas domésticas.

Viva menos estressada

Relaxamento, horas de sono adequadas, dedicação a um hobby ou a uma atividade tranquila são formas de diminuir o estresse. O mesmo vale para a prática de atividades físicas, que liberam endorfinas, substâncias que proporcionam sensação de bem-estar.

Outra dica é ser mais flexível e começar a cuidar mais de si mesma. Mulheres costumam colocar os outros em primeiro lugar. Se for difícil deixar de pensar nos outros, lembre-se de que, estando estressada, você adoecerá e não conseguirá ser tão útil como antes.

Conhece outra maneira de diminuir o estresse? Deixe um comentário! E aproveite para conferir mais dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
estresse
ansiedade
hormônios
depressão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ