Mulher

01/10/2014 01:30 - Atualizado em 30/11/2016 09:08

Saiba como o sedentarismo é capaz de afetar o risco de câncer de mama

Estudos comprovam a relação entre o sedentarismo e o risco de câncer de mama.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Querer perder peso e ficar em forma é a preocupação da maioria das pessoas, mas o mais importante é entender que se exercitar é a melhor forma de evitar qualquer tipo de doença mais grave, como o câncer de mama. Segundo alguns estudos científicos, estima-se que ao menos 5% das pessoas que morrem de câncer eram sedentárias. A prática de exercícios físicos está então, diretamente ligada à prevenção do câncer de mama como também a sua cura. A pesquisa feita no Instituto Nacional Francês da Saúde e Pesquisa Médica (Inserm) descobriu que, maior a intensidade da prática regular de exercícios, menor é o desenvolvimento da doença.

risco de câncer de mama

O estudo foi feito com 100.000 mulheres francesas. Das que afirmaram praticar exercícios físicos intensos e com regularidade, durante mais de 5 horas por semana, a diminuição do risco de câncer de mama foi de 38%. Eles também listaram alguns exercícios que gastam mais energia e são recomendados, em ordem de intensidade: squash, artes maciais, corrida, natação, tênis e ciclismo.

Outra pesquisa publicada em março desse ano, comprova que cerca de 25% dos cânceres em geral estão relacionados à falta de exercícios físicos, ou mais precisamente, ao sedentarismo. Segundo o artigo, as atividades físicas são capazes de reduzir o risco de câncer de mama por causa de diferentes mecanismos: diminuição dos hormônios metabólicos, hormônios sexuais, inflamações e o mais importante, a melhora do sistema imunológico.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda ao menos 2 horas de exercício físico para evitar a doença. De acordo com dados publicados pela organização, pelo menos 25% dos casos de câncer poderiam ter sido evitados se os pacientes tivessem praticado exercícios regularmente. Outro benefício da atividade física, relatado pela Associação Americana para Pesquisa do Câncer (AACR), é que os exercícios físicos são capazes de afetar a decomposição do hormônio estrogênio e contribuir para a diminuição do risco de câncer de mama nas mulheres na pós-menopausa.

Além de poder afetar o risco de câncer de mama, o sedentarismo é capaz de causar vários outros problemas, hipertensão, obesidade, diabetes entre outros.

Como lutar contra o sedentarismo:

- Antes de qualquer coisa, é necessário fazer uma avaliação médica, para checar se a sua saúde está em dia e se você tem condições de realizar exercícios físicos.

- Para começar o dia bem disposto(a), tente alongar os seus músculos antes de ir ao trabalho ou às aulas.

- Mantenha o seu peso dentro do padrão ideal: manter uma alimentação saudável e equilibrada pode lhe ajudar à se adaptar ao seu novo estilo de vida, praticando exercícios.

- Persista nos resultados, pois geralmente eles demoram de 1 a 3 meses para aparecerem de forma evidente no nosso corpo. Se não houver resultado, procure um profissional da área.

- Use roupas e calçados adequados para o tipo de exercício escolhido.

- Ao praticar uma atividade física, certifique-se de que você está fazendo em um local próprio para isso, as pessoas tem maior tendência de se motivarem com aulas coletivas.

Você pratica exercícios físicos? Você conseguiu, ou conhece alguém que tenha conseguido lutar contra o câncer de mama? Fale sobre as suas experiências e deixe o seu comentário no nosso Fórum.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ