Mulher

16/11/2014 01:40 - Atualizado em 03/08/2016 12:26

Pilates para gestantes corrige postura e traz mais conforto

Pilates para gestantes é indicado para melhorar qualidade de vida da mulher.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A gravidez é um período de muitas mudanças no corpo e nas emoções da mulher. Exercícios físicos, desde que com autorização de um médico e praticados com acompanhamento profissional, podem ser bons aliados na busca de mais equilíbrio e bem-estar para a futura mamãe.

O pilates para gestantes é uma prática que vem sendo bastante procurada nas academias especializadas, principalmente por combinar exercícios de respiração e postura, que ajudam a viver esses nove meses tão importantes com mais conforto.

Benefícios do pilates para gestantes

Para aquelas que já praticavam a atividade antes da gravidez, com algumas adaptações, não existem contraindicação para continuar treinando. Já para quem busca o exercício como alternativa durante a gestação, o ideal é evitar durante o primeiro trimestre, optando por começar a partir da 14ª semana.

pilates-para-gestantes

O principal benefício do pilates para gestantes está na correção da postura. Com o crescimento do bebê, o centro gravitacional do corpo muda e dificulta o equilíbrio da mãe, além de causar dores. Os exercícios certos ajudam a encontrar esse novo centro e evitar as temidas quedas. Os músculos do assoalho pélvico, que se distendem e acabam enfraquecidos no decorrer do período, também saem fortalecidos das sessões.

A prática de exercícios localizados auxilia não só a hora do parto, natural ou não, mas também no último trimestre da gravidez, quando, dependendo das mudanças, algumas mulheres podem apresentar quadro de incontinência ou infecção urinária, por exemplo. Além disso, como a maioria dos exercícios específicos para grávidas é feita em quatro apoios, com as mãos e os joelhos no chão, eles não sobrecarregam as costas, assim a atividade pode ajudar no alívio das dores na região.

Outro importante ponto a favor do pilates para gestantes é que os exercícios ativam a circulação do sangue, que costuma ficar mais difícil conforme o tempo de gestação. Assim, diminuem as dores e o inchaço das pernas, facilitando a locomoção e o bem-estar de quem precisa passar boa parte do dia sentada.

Condicionamento físico no pilates para gestantes

O condicionamento físico também é beneficiado com a prática, que trabalha com exercícios de inspiração e respiração, e por isso se torna uma alternativa confortável aos treinos aeróbicos como a caminhada e a corrida. As técnicas trabalhadas nas aulas, além de acalmarem a futura mamãe nos momentos mais estressantes ao longo da gravidez, ajudam a encarar com mais tranqüilidade as contrações da hora do parto.

E não só os músculos e membros inferiores são favorecidos com a prática do pilates para gestantes, também os membros superiores ficam fortalecidos, facilitando as tarefas de carregar, dar banho e até a amamentação depois que o bebê nascer. Os aparelhos costumam trabalhar braços e ombros em conjunto, fortalecendo –os e contribuindo para o equilíbrio do corpo. 

Dessa forma, o pilates para gestantes, desde que autorizado e acompanhado por profissionais, se mostra como uma das atividades mais indicadas para as futuras mamães que buscam adaptar o corpo às mudanças desses nove meses. A atividade melhora a postura, o equilíbrio do corpo e, além de aliviar diversas dores, auxilia na recuperação pós-parto e até nas atividades com o bebê.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
pilates
gestação
gravidez
atividade física

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ