Mulher

10/04/2015 10:17 - Atualizado em 15/11/2016 03:36

Obstetriz tem papel importante no momento do parto

Especializadas para cuidar das gestantes, as obstetrizes dão segurança às futuras mamães.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Está chegando a tão esperada hora do nascimento. Os pais se encaminham para o hospital, onde uma obstetriz tomará os procedimentos necessários para trazer a criança à vida de forma segura.

Essa profissional é também conhecida, de forma equivocada, por obstetra. Porém, o ramo da obstetrícia diferencia as obstetrizes, pois elas não são médicas, mas especialistas. Entre as principais diferenças da obstetra para a obstetriz, estão os procedimentos que competem a cada uma realizar.

Enquanto as primeiras cursam a faculdade de medicina, as segundas estudam o bacharelado em Obstetrícia. As obstetras podem realizar cesáreas, já que são procedimentos cirúrgicos, mas as obstetrizes não, apenas partos naturais, normais e humanizados. Conheça mais sobre a profissão e a importância dela.

obstetriz

Quem é a obstetriz?

Nem médica, nem parteira, nem enfermeira. A obstetriz é a profissional que estuda especificamente obstetrícia, uma área da medicina, mas em um curso que não forma médicos. Entre as especialidades dessa profissional estão as técnicas que podem ser utilizadas durante a gestação, os cuidados com recém-nascidos e o acompanhamento pré-natal e pós-parto.

Qualificadas também para dar apoio psicológico à gestante e sua família, as obstetrizes atuam em postos de saúde, hospitais, unidades básicas de saúde, clínicas, maternidades e casas de parto dos setores públicos e privados. Elas são habilitadas a realizarem partos normais, sem interferência cirúrgica.

Alguns profissionais costumam dizer que essa é uma forma especializada e qualificada do trabalho das parteirasApesar de já possuir um curso universitário, a profissional obstetriz encontra alguns empecilhos no exercício do trabalho.

As bacharéis brasileiras ainda não são reconhecidas pelo Conselho de Enfermagem, o que dificulta a regulamentação e a contratação em organizações de saúde. Dessa forma, grande parte das profissionais busca trabalho particular, auxiliando gestantes e dando apoio aos médicos.

As obstetrizes também podem ser formadas em enfermagem e, depois, realizarem uma pós-graduação para se especializarem em Obstetrícia. Dessa forma, o reconhecimento é maior, mas o tempo de estudo, também.

Obstetrícia faz diferença no momento do parto

Em função dos conhecimentos específicos da obstetriz sobre parto normal, natural e humanizado, ela é fundamental para evitar os riscos que mães e bebês correm no momento do nascimento. Depois do parto, ela também verifica como a mãe se recupera, orienta a amamentação e dá dicas sobre como os pais devem se adaptar à rotina com a criança.

As obstetrizes não beneficiam apenas as mães. Elas também auxiliam o bebê logo depois do nascimento, verificando a alimentação, o peso, a estatura e possíveis problemas de saúde. Também conduzem os pais em possíveis dificuldades com a criança nos primeiros dias.

Especificamente para o momento do parto, essas profissionais realizam o procedimento nos hospitais, nas clinicas e também na casa das gestantes, caso elas optem por um parto humanizado ou normal dentro do lar. Podem trabalhar sozinhas ou com uma equipe médica, de acordo com o preparo e a preferência dos pais.

No pré-natal, elas orientam a gestante e encaminham aos procedimentos de consultório - medição da pressão, solicitação de exames e preparação das análises ginecológicas e clinicas.

Você já conhecia a importância da obstetriz? Deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
obstetrícia
parto
gestação
mãe e bebê

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ