Mulher

26/03/2015 09:27 - Atualizado em 05/10/2016 04:55

Obesidade pode causar diferentes tipos de tumor

Estudo aponta que obesidade aumenta o risco de sete tipos de câncer em mulheres.

POR

Redação

  • +A
  • -A

De acordo com estudo realizado pela Cancer Research UK, centro público de pesquisas do Reino Unido, mulheres com obesidade têm uma chance 40% maior de desenvolver algum tipo de tumor, em comparação a mulheres com peso saudável. O sobrepeso é a segunda maior causa evitável para o câncer, perdendo apenas para o tabagismo.

Segundo a pesquisa, divulgada este mês, a obesidade feminina aumenta o risco de surgimento de sete tipos de tumor: câncer de mama, de intestino, do útero, da vesícula biliar, nos rins, no pâncreas e no esôfago. Saiba como as doenças se desenvolvem e o que é preciso para levar uma vida saudável.

tipos de tumor

Tumores no organismo

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), as causas da doença estão relacionadas a fatores externos ou internos ao organismo. Os fatores externos têm relação com o ambiente e costumes da pessoa. As causas internas são, na maioria das vezes, genéticas e estão ligadas à capacidade do organismo de se defender de agressões.

O surgimento do câncer depende da intensidade e da duração da exposição das células aos agentes causadores. Por exemplo, o risco de alguém desenvolver câncer de pulmão é diretamente proporcional ao número de cigarros fumados por dia e ao número de anos que ele fuma.

Em geral, a formação de câncer ocorre lentamente e pode levar anos para que uma célula cancerosa se prolifere e dê origem a um tumor visível.

O organismo sofre o efeito dos agentes cancerígenos, que provocam modificações em alguns dos genes. As células vão se tornando malignas de forma gradual, até que se chega ao estágio de progressão, com a multiplicação descontrolada da doença.

Obesidade favorece diferentes tipos de tumor

No Brasil, de acordo com levantamento feito em 2014 pelo Ministério da Saúde, 47,4% das mulheres estão acima do peso considerado saudável. O Inca aponta que uma parte importante dos casos poderia ser evitada a partir do controle da obesidade, que é responsável por 14% dos casos de câncer de mama.

Nesses casos, o excesso de gordura corporal é o vilão. As células de gordura são ativas na produção hormonal e em fatores de crescimento, características que contribuem para acelerar a divisão e a reprodução celular. Quanto mais células se duplicam, maiores as chances de alguma replicação ser inadequada, originando uma célula maligna.

Qualquer tipo de obesidade é preocupante, mas aquela em que a gordura se localiza na região abdominal é considerada a mais perigosa, devido ao acúmulo de gordura sobre os órgãos da região. Isso causa maior produção de hormônios inflamatórios e eleva os níveis de estrógeno e resistência insulínica, fatores de risco para o surgimento de um tumor.

Para evitar que diferentes tipos de tumor se desenvolvam no organismo, é preciso adotar alguns hábitos saudáveis:

- Não fume

- Evite alimentos gordurosos, salgados e enlatados

- Evite a ingestão de bebidas alcoólicas

- A partir dos 40 anos realize a mamografia anualmente

- Se você tem histórico de câncer de mama na família, comece os exames anuais aos 35 anos

- Evite a exposição prolongada ao sol entre as 10h e as 16h e use variados tipos de proteção, como chapéu e protetor solar.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
câncer
obesidade
saúde da mulher
prevenção do câncer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ