Mulher

31/03/2015 02:43 - Atualizado em 08/12/2016 11:35

Nódulo na mama nem sempre é câncer, mas exige cuidados

Identificados por meio do autoexame e da mamografia, nódulos podem ser benignos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O câncer de mama mata 520 mil mulheres por ano. Um nódulo na mama pode ser indício da doença, mas nem sempre há motivo para preocupação. Esses caroços podem ser benignos. Conheça os diferentes tipos de nódulos e veja quais são as principais formas de prevenção do câncer.

nodulo na mama

Fibroadenoma

Tem até 3cm e se caracteriza por ser elástico e duro. Quando apalpado, não causa dor. Benigno, esse nódulo na mama pode ser confundido com tumores. Para ficar longe de dúvidas, após a identificação do nódulo, converse com o seu ginecologista e faça os exames recomendados.

Cistos mamários

Resultam do acúmulo de líquido nos seios. O nódulo na mama ocasionado por cistos mamários pode levar a dor e sensibilidade na região afetada. Eles podem surgir durante o período menstrual. Para combatê-los, o uso de agulhas finas para aspiração é satisfatório.

Como identificar um nódulo na mama?

Autoexame

Pode ser feito em casa, durante o banho. Apalpe seus seios usando a ponta dos dedos e a palma das mãos, identificando se existem caroços ou alterações. Por prevenção, o autoexame deve ser realizado mensalmente.

Mamografia

É o clássico exame para a prevenção de câncer de mama. A mulher a partir dos 40 anos deve se submeter anualmente ao teste.

Ultrassonografia

Considerado o melhor método para o diagnóstico de nódulo na mama, a ultrassonografia consegue identificar fielmente os seus contornos e conteúdos. Esse exame é normalmente requisitado em casos de identificação de pequenos cistos mamários.

Punção aspirativa

Com o uso de uma agulha fina, os cistos são esvaziados. Caso exista a presença de sangue, aumento do nódulo e vegetação intracística, ou seja, conteúdo consistente, o nódulo deverá ser retirado cirurgicamente para análise.

A realidade assusta

Representando cerca de 25% de todos os tipos de cânceres identificados em mulheres, o câncer de mama é a maior razão de morte feminina em todo o mundo. Estima-se que 520 mil mortes sejam registradas por ano. É também a segunda maior circunstância de morte nos países desenvolvidos, ficando atrás apenas do câncer de pulmão.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca), em pesquisa, estimou que nos anos de 2014 e 2015 sejam identificados 57.120 novos casos da enfermidade. Segundo o Inca, nesse período, serão 56,09 ocorrências da doença para cada 100 mil mulheres. Para vencer as estatísticas, a dica é a prevenção.

Se, após a análise do nódulo na mama, seja identificada a existência de câncer, mantenha a calma. O ginecologista, junto a um mastologista, serão os profissionais que buscarão os melhores tratamentos. Lembre-se que o diagnóstico precoce garante 90% de chances de cura.

Gostou das dicas de saúde da mulher? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
nódulo
câncer de mama
autoexame
saúde da mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ