Mulher

08/09/2014 01:00 - Atualizado em 08/09/2016 08:18

Médicos e cientistas divergem sobre a tensão pré-menstrual

Sintomas da tensão pré-menstrual fazem da vida feminina um inferno, mas há quem duvide deles.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Condição que provoca a angústia mensal de muitas mulheres, a tensão pré-menstrual tem sintomas atribuídos a ela que atrapalham a rotina feminina. Irritabilidade, depressão, dor nas mamas e agressividade se juntam a crises de choro fácil, impaciência e intolerância, variando de intensidade de mulher para mulher.

tensao-pre-menstrual


Tensão pré-menstrual: Realidade ou mito

Ainda que a popular TPM seja uma constatação feita com base em observações pelo senso comum, existe uma certa divergência entre a classe médica e o descrito em estudos científicos, inclusive com argumentações de que os dias tensos relatados como parte do universo feminino não passariam de mito.

Foi o que revelou, por exemplo, uma pesquisa organizada por psicólogos e psiquiatras da Universidade de Toronto, no Canadá. Eles avaliaram artigos sobre o assunto e alegaram não haver como provar a relação entre o mau humor feminino e mudanças hormonais dias antes da menstruação.

Segundo o levantamento, a TPM foi identificada em somente 13,5% dos estudos. Para os canadenses, os episódios de mal-estar pelas mulheres seriam fruto de efeitos psicológicos.

A TPM no Brasil

Se na América do Norte a tensão pré-menstrual foi questionada, no Brasil, a condição foi reafirmada por um levantamento realizado pela Universidade de Campinas (Unicamp) em conjunto com o Centro de Pesquisa em Saúde Reprodutiva de Campinas (Cemicamp).

A pesquisa concluiu que 80% das mulheres brasileiras experimentam ou já experimentaram pelo menos uma vez algum dos desconfortos relacionados à tensão pré-menstrual. E isso se explicaria muito por razões hormonais.

Durante seu ciclo, a mulher, ao mesmo tempo que atinge picos, registra quedas drásticas de produção de estrogênio e progesterona, hormônios que promovem a ovulação e a preparação do corpo para a gravidez.

As substâncias podem interferir nos níveis de serotonina, que por sua vez possui papel fundamental no humor das pessoas. As mudanças repentinas de temperamento, relatadas por muitas mulheres e até mesmo por seus parceiros, poderiam ser, portanto, explanadas a partir desta correlação.

Tipos de tensão pré-menstrual

Diferente do estudo canadense, entre a classe médica, a tensão pré-menstrual não apenas é uma condição efetivamente abordada nos consultórios, como é classificada em diferentes tipos, considerando a intensidade dos sintomas.

A TPM de tipo A é aquela que provoca ansiedade e nervosismo, propicia oscilações de humor e induz a mulher a brigas. A TPM H causa retenção de líquidos, deixa os seios doloridos, o corpo inchado e pode gerar dores de cabeça.

Já a TPM C, ou tensão pré-menstrual da compulsão, é descrita como aquela que promove a vontade incontrolável de consumir doces, além de gerar cansaço. A última, a TPM D, é relacionada à depressão. Essa seria a forma que deixa a mulher tristonha e chorosa sem mesmo saber o motivo.

Invista em hábitos saudáveis

Ainda que não haja consenso sobre a TPM, você deve apostar em hábitos saudáveis para amenizar os sintomas que a acometem nesse período. Uma alimentação equilibrada e exercícios podem reduzir os possíveis desconfortos.

tensao-pre-menstrual

Como alimentos mais indicados durante a TPM, destacam-se o leite e derivados (por suas concentrações de cálcio) e os cereais integrais, como lentilha, amendoim, nozes, salmão e atum (em razão de suas cargas de vitamina B6).

Também a água e frutas como a melancia e o melão são igualmente sugeridos, dadas as suas implicações diuréticas. No período de 10 a 15 dias antes da menstruação, é preciso evitar frituras, álcool, margarina e molho shoyu.

Gostou da matéria? Comente o que achou! Quer mais? Curta a página do Vivo Mais Saudável no Facebook.

TAGS
TPM
mulher
saúde da mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ