Mulher

04/10/2015 08:56 - Atualizado em 21/12/2016 12:25

Limpeza das roupas íntimas evita infecções

Também é necessário passar as peças antes de usá-las pela primeira vez.

POR

Redação

  • +A
  • -A

É bom ter cuidado ao lavar as roupas íntimas. Além de deixá-las cheirosas e macias, a limpeza deve visar a sua saúde e à prevenção de doenças e complicações que rondam a região íntima feminina, tão sensível e delicada.

Negligências nessa hora podem transformar as peças em veículos de fungos e bactérias, entre outros micro-organismos que podem causar infecções e doenças.

roupas intimas no varal

Água morna para lavar roupas íntimas

Não é preciso tomar medidas radicais. Quem tem o costume de lavar as roupas íntimas no banho, por exemplo, pode continuar a fazer isso sem problema, até porque a água morna do chuveiro é recomendada para uma higienização correta.

Porém, não deixe a peça dentro do banheiro depois de lavá-la, pois a umidade do ambiente colabora com a proliferação de fungos.

Também não é bom levar as peças íntimas direto para o varal. Depois da lavagem com sabonete, no banho, elas devem ser lavadas de forma convencional, com o uso de sabão e amaciante.

Peças delicadas

Antes de levar as roupas à máquina, preste atenção nas recomendações do fabricante para não estragar o tecido da peça. Também não é adequado misturar calcinhas confeccionadas com materiais diferentes, como algodão e fibras sintéticas, por exemplo. Isso pode comprometer a qualidade e a durabilidade da roupa íntima.

Outra dica é usar um alvejante livre de cloro. Esse produto é o mais adequado porque não danifica os tecidos com as quais as peças são fabricadas e ainda oferece uma ação bactericida, ajudando no combate a bactérias e fungos.

Saiba Mais
Conheça a ninfoplastia, a cirurgia íntima da mulher
Doença inflamatória pélvica causa dores e secreção vaginal
Coletor menstrual substitui o absorvente descartável

Cuidados para secar e guardar as roupas íntimas

O momento de secagem de suas roupas íntimas também deve ser de atenção. Primeiro, retire o excesso de água com a ajuda de uma toalha. Não torça, mas pressione as peças para que elas não fiquem deformadas. Em seguida, pendure no varal preferencialmente sem usar prendedores, pois eles podem marcar o tecido.

Antes de usar as suas calcinhas, é interessante utilizar o ferro de passar nas partes de algodão - essa medida também colabora na luta contra fungos e bactérias. E todos esses cuidados também são válidos para peças novas, antes de usá-las pela primeira vez.

Pronto! Viu como é fácil? Com essas precauções básicas, você vai prevenir problemas de saúde e garantir uma vida mais longa para suas roupas íntimas. Se você gostou deste artigo, compartilhe com suas amigas nas redes sociais e deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
higiene íntima
higiene feminina
fungos
bactérias

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ