Mulher

19/07/2014 10:00 - Atualizado em 09/12/2016 05:03

Infecção urinária: sintomas, cuidados e tratamentos

A infecção urinária produz alguns sintomas típicos que você deve identificar o mais cedo possível.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Urina turva ou com um pouco de sangue, febre baixa, dor ou ardor ao urinar, cólicas abdominais ou nas costas e uma forte vontade de fazer xixi de forma constante, em pequenos intervalos. Se você possui alguns destes sintomas, pode estar apresentando um quadro de infecção urinária.

Bactérias causam a infecção urinária

infecção-urináriaFoto: Shutterstock

A infecção urinária é a mais comum das doenças infecciosas causadas por bactérias. Mulheres com idade entre 20 e 40 anos e homens com mais de 55 anos são as principais vítimas deste tipo de doença. Muitas pessoas sentem algum tipo de desconforto ao urinar e acabam não procurando ajuda médica, o que pode aumentar o problema.

Tipos da doença

O local onde as bactérias ficam instaladas no organismo define o modo como a doença é chamada pelos especialistas. A vulvovaginite se dá quando os agentes invasores ficam na pele que recobre a abertura da vagina. Ela representa cerca de 70% dos casos de infecção urinária e causa dor e coceira ao urinar, bem como corrimento.

A cistite ocorre quando a doença atinge a uretra e a bexiga. Pode provocar dor, ardência e urgência ao urinar, além de pouco fluxo de urina e em alguns casos o aparecimento de sangue junto com a urina. A falta de tratamento pode fazer com que o paciente tenha crises repetidas e que a infecção urinária se torne algo crônico.

Já a pielonefrite acontece quando os agentes invasores atacam os rins. Ela pode se manifestar em decorrência de uma cistite mal curada. O quadro apresenta dor lombar, febre, vontade constante de ir ao banheiro e pouco fluxo de urina. Causa ainda, ardor e a possibilidade do aparecimento de sangue ao urinar.

Mulheres são mais atingidas

O problema tende a se manifestar com maior frequência entre as mulheres que possuem um canal de uretra mais curto e mais próximo ao ânus em relação aos homens, o que facilita a propagação da bactéria, principalmente após ter relações sexuais ou utilizar o diafragma como método contraceptivo elas se tornam mais vulneráveis.

A menopausa também aumenta o risco de contaminação das mulheres. Outros fatores que podem ser determinantes para contrair a doença são diabetes, idade avançada, retenção de líquido, um cateter urinário inserido no corpo, incontinência fecal, estreitamento da uretra, cálculos renais e ficar impossibilitado de se mover por um grande período.

Como evitar a infecção urinária

Beber muita água pode ser considerada a primeira dica para evitar o desenvolvimento de infecção urinária. A hidratação é fundamental para por ajudar a manter o organismo ativo, com um fluxo de urina que seja saudável.

Outra dica importante é observar a cor da urina. Ela precisa ser clara. Uma cor mais amarelada e em tom mais escuro pode simbolizar a falta de hidratação e pode ser um indício de que algo não está bem.

A higiene íntima também é essencial para evitar este tipo de doença, principalmente para as mulheres. É importante sempre urinar depois do sexo, pois o próprio xixi elimina algumas bactérias que podem ter entrado pela uretra em direção à bexiga. Sabonetes íntimos usados uma vez por dia também podem ajudar na prevenção.

E aí, gostou do texto ? Então deixe seu comentário e compartilhe sua experiência.

TAGS
infecção
urina
bactérias

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ