Mulher

08/01/2015 02:06 - Atualizado em 04/11/2016 11:43

Fertilidade feminina: O que ajuda e atrapalha no sonho de ser mãe

Alimentação, idade, exercícios e peso estão diretamente ligados à fertilidade feminina.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A fertilidade feminina é uma das preocupações das mulheres que buscam ter filho. De acordo com alguns estudos, 15% a 20% dos casais têm dificuldade de engravidar. Enquanto no homem um espermograma - exame que calcula a quantidade e qualidade dos espermatozóides - na maioria dos casos é suficiente para detectar problemas de infertilidade, nas mulheres a investigação é mais complexa.

Fertilidade feminina

Quando não encontrada a causa, a mulher passa por dezenas de exames e, mesmo assim, corre o risco de ser infértil sem causa aparente. Em média, 30% da razão da infertilidade é relacionada à mulher. Os outros percentuais se dividem em 30% relacionada ao homem e 40% são problemas que envolvem os dois.

Para mulheres que pensam em engravidar, além do acompanhamento médico, é importante conhecer fatores que contribuem ou atrapalham a fertilidade.

Fertilidade Feminina: O que atrapalha

Embora uma mulher seja diferente da outra, a medicina chegou a um consenso de fatores que, de uma forma geral, prejudicam a fertilidade. São eles:

Idade - Pesquisas mostram que 64% das mulheres entre 40 e 44 anos são inférteis. Os fatores para esses números são os mais diversos. Os folículos ovarianos, por exemplo, vão diminuindo a medida que a idade avança. Essa estrutura celular acompanha a mulher desde a gestação e é normal que com o tempo ela acabe ou tenha células que não sirvam para a reprodução.

Com a idade, o endométrio, camada que reveste as paredes uterinas, fica mais fino e inapropriado para o desenvolvimento do embrião. Com o passar do tempo, os ciclos menstruais ficam mais curtos e irregulares o que dificulta o processo de fertilidade.

Estresse - Embora não haja estudos suficientes que comprovem que o estresse está intimamente ligado a problemas com a fertilidade feminina, profissionais concordam que tratamentos com o objetivo de reduzir os níveis de estresse melhoram a fecundação.

Peso - Tanto o excesso quanto o baixo peso são fatores que interferem na fertilidade feminina. Isso se deve ao fato de que, se uma das duas condições foi adquirida por hábitos alimentares inadequados, as reservas de vitaminas e sais minerais não são mantidas e, desta forma, o sistema reprodutor fica prejudicado.

Doenças crônicas que afetam o aparelho reprodutor - Dentre todas as doenças que podem afetar a fertilidade feminina, a endometriose é uma das mais recorrentes. No Brasil, 6 milhões de mulheres são acometidas pela doença que se caracteriza principalmente pelo processo inflamatório causado pelo sangramento menstrual fora da posição normal de saída do fluxo.

fertilidade feminina

O que contribui para a fertilidade feminina

A alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos são dois dos principais aliados da fertilidade feminina. Descubra como esses fatores podem ajudar:

Proteínas - Alimentos ricos em proteínas vegetais como soja, quinoa e feijão ajudam nesse processo. Quando a proteína vem da carne, o corpo pode demorar um tempo maior para processá-la o que causa o desequilíbrio dos hormônios.

Gorduras saudáveis - Alimentos que ajudam na produção de insulina aumentam a chance de fertilidade feminina. Gorduras provenientes do abacate e das amêndoas são uma deliciosa opção para essa finalidade.

Exercícios - Exercícios físicos moderados aumentam a fertilidade feminina. Estudos realizados pela Boston University School of Public Health mostram que atividades moderadas, como caminhadas, por exemplo, podem reduzir a espera pela gravidez.

Gosta das nossas dicas de saúde e gravidez? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
fertilidade
gravidez
saúde da mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ