Mulher

21/08/2014 05:44 - Atualizado em 30/10/2016 08:58

Estudo relaciona risco de câncer de mama ao uso de contraceptivos

Uso de anticoncepcionais com alta dosagem de hormônio pode induzir ao câncer de mama.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O uso de anticoncepcionais é o método mais popular que as mulheres utilizam para não engravidar. Os contraceptivos orais são uma combinação de hormônios femininos, estrogênio e a progesterona.

Entretanto algumas mulheres não usam esse tipo de medicamento apenas para não engravidar. Os contraceptivos orais possuem outros benefícios, como diminuir a tensão pré-menstrual (TPM), reduzir o fluxo da menstruação, regularizar o ciclo e melhorar problemas de pele, como a oleosidade e a acne. A relação do câncer de mama com o uso de contraceptivos, contudo, ainda gera muitas discussões.

cancer_de_mama

O que se sabe é que mulheres que usaram anticoncepcionais orais de dosagens elevadas de estrogênio, que utilizaram a medicação por longo período ou que fizeram uso do remédio em idade precoce estão mais predispostas a ter o câncer de mama.

Risco de câncer de mama pode ser até 50% maior

De acordo com dados publicados na Cancer Research, que é um jornal da Associação Americana para Pesquisa do Câncer, um estudo realizado pela doutora Elisabeth Beaber com 1.102 mulheres diagnosticadas com a doença comprovou que houve um aumento no risco de câncer de mama em 50% das mulheres que usaram algum tipo de contraceptivo oral em comparação com quem nunca utilizou ou já tenha parado de utilizar.

Mas a pesquisa ainda averiguou mais uma questão: nas mulheres que tomam pílulas anticoncepcionais que possuem uma alta dose de estrogênio, o aumento do risco de câncer é de 2,7 vezes. Já as pessoas que tomaram pílulas que tenham uma quantidade de estrogênio moderada aumentaram apenas em 1,6 vezes o risco. E por fim, quem ingeriu anticoncepcionais em baixa dose desse hormônio não aumentou o risco de desenvolver o câncer de mama.

Por isso, depende da composição do contraceptivo oral para dizermos se aumenta o risco do câncer. O que acontece é que as mulheres que fizeram o uso prolongado de reposição hormonal ou o uso de anticoncepcionais contendo estrogênio em alta dose ficam mais propensas a desenvolver a doença.

Dosagem menor tem menor risco de câncer de mama

Entretanto, antigamente os anticoncepcionais tinham em sua composição doses maiores dos hormônios femininos (estrogênio e a progesterona). Hoje em dia, são fabricados de forma diferente, são mais leves, com menos composição desses hormônios, mantendo a mesma eficácia

Mesmo assim, é importantíssimo sempre tomar o medicamento dado pela ginecologista. Conversar com a médica e saber o que se está tomando, é indispensável para não haver aumento hormonal que pode aumentar o risco da doença. Realizar de tempos em tempos, a mamografia, também é uma atitude preventiva, que deve ser feita para evitar o câncer de mama.

TAGS
anticoncepcionais
contraceptivos
estudo
câncer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ