Mulher

01/01/2015 12:18 - Atualizado em 05/12/2016 01:05

Entenda os danos à saúde que o salto alto pode causar

Queridinho das mulheres mais vaidosas, o salto alto pode ser um vilão à saúde.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Não é novidade ver as mulheres fazendo verdadeiros sacrifícios pela beleza. O mais comum deles é o uso do salto alto. Depois de certo tempo com o hábito, muitas delas dizem até que a dor já não atrapalha o dia a dia. No entanto, é quando o corpo se acostuma a esse tipo de calçado que os problemas relacionados a ele começam a se agravar. Saiba mais sobre os danos que o salto provoca.

salto alto

Problemas gerados pelo uso do salto alto

O costume de usar salto alto promove a tensão dos músculos posteriores das pernas. Com o tempo, o hábito também pode provocar danos à coluna, dores nos joelhos e ainda calosidades, joanetes e unhas encravadas.

Os danos são ainda mais prejudiciais em crianças e adolescentes que começam a fazer uso do calçado antes da idade apropriada, em um período em que o corpo ainda está passando por diversas mudanças.

Uma série de estudos já realizados sobre os impactos desse tipo de sapato chega à mesma conclusão: quanto mais precoce o uso do salto alto, maior é a chance do desenvolvimento de problemas na coluna, como a lordose, além de deslocamento dos ossos das pernas.

Também quanto mais nova for a menina ao iniciar o uso, maior será o risco de desenvolver esses problemas no futuro. A utilização desse tipo de calçado durante a fase de crescimento e de desenvolvimento dos ossos causa ainda sérias alterações na postura.

São essas alterações, que se mostram imperceptíveis em um primeiro momento, que podem gerar dores no futuro, além de desequilíbrio muscular e ainda trazer prejuízos às articulações.

No entanto, não é preciso abolir os sapatos de salto alto do guarda-roupas desde que os modelos não sejam usados diariamente. O ideal é não utilizar os calçados mais altos em dias mais agitados, mas sim naqueles em que não for andar muito.

Dicas para a compra de um sapato de salto alto

Entre os modelos de salto alto, o que causa menos danos à saúde é o salto plataforma, porque ele deixa todas as partes do pé na mesma altura. 

Para escolher o melhor modelo, prefira os mais confortáveis, feitos de materiais maleáveis e que deixem a pele respirar. O salto deve ter de 2 a 3 cm de altura.

E fique atenta às rasteirinhas. Elas podem não ser as mais indicadas se forem no modelo chinelo, sem tiras ou algum tipo de acabamento na parte de trás do pé. É que isso facilita o desequilíbrio da parte anterior do corpo.

Confira mais algumas dicas importantes para a hora de comprar o seu calçado:

- Prefira comprar os sapatos de salto alto no final da tarde ou durante à noite, pois os pés incham ao longo o dia, podendo deixar apertado um sapato que estava confortável pela manhã.

- Escolha modelos que fiquem exatos no pé. Salto alto precisa de equilíbrio, que é prejudicado se o sapato ficar frouxo no pé, causando quedas e torções.

- Não confie que o sapato vai ceder. No momento da compra, ele deve estar confortável nos dois pés. Caminhar um pouco pela loja ao experimentar o sapato ajuda a sentir se ele se adapta facilmente.

- Evite acabamentos em material duro. Eles podem causar lesões ao caminhar.

- Por último, conforto é a regra geral na escolha de qualquer modelo de calçado.

Que tal seguir essas dicas e investir no seu bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
sapatos
dores
postura
mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ