Mulher

25/12/2015 03:00 - Atualizado em 03/12/2016 11:13

Descubra se a injeção anticoncepcional engorda

Apesar de ser mais prático, o método possui maior concentração de hormônios.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Entre os diversos métodos contraceptivos existentes hoje em dia, a opção injetável tem conquistado cada vez mais adeptas. Isso se dá principalmente devido à praticidade, pois não é preciso tomar todos os dias, como no caso da pílula. Porém, uma dúvida que assombra as mulheres é se a injeção anticoncepcional engorda.

Apesar da facilidade e da diminuição dos sintomas da TPM, é comprovado que o contraceptivo injetável pode contribuir para o aumento do peso. Como ele possui uma concentração maior de hormônios, provoca retenção de líquidos e desperta o apetite, o que acaba resultando em inchaço e ganho de gordura.

injeção anticoncepcional engorda, mas mulher toma mesmo assim

Por que injeção anticoncepcional engorda

O anticoncepcional injetável é um composto de hormônios que funciona da mesma forma que os contraceptivos orais, inibindo a ovulação. Pode ser usado através de uma injeção mensal ou a cada três meses. Essa é a principal vantagem do método, já que não precisa ser tomado todos os dias e não há risco de esquecer, o que comprometeria a eficácia do tratamento.

Além disso, a opção também ajuda a diminuir os sintomas da TPM, como cólicas e dores menstruais. Por outro lado, acredita-se que a injeção anticoncepcional engorda porque possui uma concentração mais elevada do hormônio progesterona. O composto pode levar a aumento de peso, inchaço, sensibilidade mamária e, no início, sangramentos irregulares.

De acordo com um estudo publicado no Texas, em 2009, a injeção anticoncepcional engorda apenas em alguns casos. A pesquisa, que acompanhou mulheres durante cinco anos, constatou que, nos três primeiros, aquelas que recebiam injeções de Depo-Provera engordaram quase seis quilos e aumentaram a gordura corporal em 3.4%.

Saiba Mais
Conheça vantagens e desvantagens do anel anticoncepcional
Tire suas dúvidas sobre contracepção e escolha o melhor método
Efeitos do anticoncepcional podem causar trombose, diz estudo

Parte dessas mulheres mudou o tipo de anticoncepcional e perdeu por volta de dois quilos de forma natural, reduzindo também a gordura corporal, ao longo de dois anos. Durante o mesmo período, o grupo de mulheres que continuou tomando o anticoncepcional injetável engordou os mesmos dois quilos.

Além disso, o estudo descobriu que mulheres que usavam o contraceptivo injetável tinham uma probabilidade duas vezes maior de se tornar obesas, em comparação com as que faziam o controle com outros métodos. Isso acontecia mesmo quando elas adotavam um controle alimentar e praticavam atividades físicas.

Como evitar os efeitos colaterais

Apesar dos dados, a Dra. Sheila Mendes, ginecologista e obstetra, aponta que é preciso levar em consideração que cada organismo responde de forma diferente. “Embora se tenham comprovações de que a injeção anticoncepcional engorda e contribui para a retenção de líquidos, há pessoas que não sofrem esse efeito colateral”, explica.

Além disso, Sheila indica sempre fazer o controle alimentar e praticar atividades físicas regularmente, fatores que contribuem para amenizar os efeitos dos anticoncepcionais. Infelizmente, todos os métodos contraceptivos considerados mais eficazes para evitar a gravidez indesejada, como injeção, pílula e DIU, utilizam hormônios.

Por isso, não só o anticoncepcional injetável engorda, mas todos podem causar alterações no organismo, exigindo cuidados na hora de escolher e utilizar os métodos. Sempre consulte um médico para avaliar qual a melhor opção para o seu caso, além de conhecer os efeitos colaterais de cada um e como amenizá-los.

Que achou das dicas de saúde? Conte para nós! E aproveite para conferir outras novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
contracepção
contraceptivo
anticoncepcional injetável
progesterona

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ