Mulher

28/08/2014 09:00 - Atualizado em 05/12/2016 01:31

Conheça os 5 principais métodos contraceptivos e faça sua escolha

Conhecer os métodos contraceptivos ajuda a identificar aquele que atende suas necessidades.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os métodos contraceptivos são alternativa para prevenir a gravidez e vêm sendo utilizados há anos por pessoas que têm uma vida sexual ativa e querem evitar uma gestação indesejada. Algumas técnicas ainda previnem os usuários contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Medicina evolui com métodos contraceptivos

Com o passar dos anos e os avanços da medicina surgiram técnicas mais eficazes, tanto para os homens quanto para as mulheres. Os métodos contraceptivos podem ser comportamentais, de barreira, métodos hormonais, cirúrgicos ou definitivos.

metodos-contraceptivos

Ao buscar informações sobre os principais métodos contraceptivos e escolher o melhor pra você, é importante procurar a ajuda de um médico para saber o mais indicado para o seu caso. O especialista leva em consideração a idade da pessoa, a frequência com que mantém relações sexuais, as necessidades reprodutivas e estado de saúde, entre outros parâmetros.

Conheça os métodos contraceptivos mais utilizados

Camisinha masculina e feminina

Um dos métodos mais utilizados é a camisinha masculina. A sua vantagem é que também protege contra doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS. Mas é preciso ter alguns cuidados na hora da utilização, pois a eficácia do método depende do uso correto.

Já a caminsinha feminina tem o diferencial de poder ser colocada antes da relação sexual e de ser mais resistente, mas não é muito estética e prática.

Pílula anticoncepcional - contracepção hormonal oral

As pílulas mais utilizadas são compostas por estrogênio e progesterona. E além de evitar a gravidez, esse método contraceptivo também oferece outros benefícios para a saúde da mulher, como a regularização dos ciclos menstruais, o alívio da tensão pré-menstrual (TPM), a redução do risco de câncer de ovário e de útero, a redução de cólicas menstruais e a diminuição do fluxo menstrual.

DIU - Dispositivo intrauterino

O DIU é um dispositivo que é colocado dentro do útero e gera várias modificações no órgão, além de estimular reações que matam os espermatozóides.

Os dois tipos mais utilizados são o DIU de cobre, que é o mais usado e está disponível no Sistema Único de Saúde, e o DIU com hormônio, que é mais elaborado e age alterando o muco do colo uterino, impedindo a chegada dos espermatozoides ao útero. O dispositivo é colocado pelo médico e tem durabilidade de alguns anos, dependendo do tipo.

Contracepção hormonal injetável

Nesse caso, existem duas formas: a mensal e a trimestral. A maior vantagem desse método é que, além da eficácia, a mulher não precisa lembrar de usar todos os dias, como é o caso da pílula. Depois de parar a utilização da injeção, a mulher pode demorar até 9 meses para conseguir engravidar.

Contracepção cirúrgica - Vasectomia e ligadura de trompas

Esses métodos contraceptivos são os únicos definitivos. São utilizados principalmente por casais que não querem mais engravidar depois de já ter filhos.

No caso da mulher a esterilização é feita através da ligadura das trompas, ou laqueadura. Já no homem é feita a vasectomia. Ambos são muito eficazes e devem ser feitos sob indicação médica, que avalia a possibilidade de realização.

Vale destacar que, independente dos métodos contraceptivos escolhidos, eles só irão funcionar se usados da maneira correta. Por isso, é importante sempre ter a orientação de um profissional, pois ele vai recomendar a técnica mais indicada para cada pessoa e para cada situação.

TAGS
gravidez
camisinha
sexualidade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ