Mulher

26/10/2014 02:05 - Atualizado em 29/10/2016 10:14

Conheça a técnica de congelamento de óvulos para a maternidade futura

Congelamento de óvulos pode garantir gravidez em idade mais avançada.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Como garantia para as mulheres que desejam engravidar mais tarde, a técnica de congelamento de óvulos é eficaz na maioria dos casos. Seguro, o congelamento pode ser feito em qualquer idade e os óvulos podem ficar por tempo indeterminado congelados.

Além de uma garantia para o futuro, o congelamento de óvulos também funciona para auxiliar a fertilização in vitro, congelamento dos embriões, doações de óvulos e a chance de uma gravidez para as mulheres que tiveram que retirar o ovário, sofrem com o câncer e estão passando pela radioterapia e quimioterapia.

congelamento-de-ovulos

Com a diminuição ao longo da vida, uma mulher ao nascer conta com 7 milhões de óvulos, partindo para os 500 mil ao início da menstruação e aos 25 mil quando chega aos 40 anos. Porém, apesar de 25 mil ainda ser um número ainda alto, o envelhecimento causa a diminuição da qualidade do óvulo, que absorve os efeitos da poluição, remédios e radiações ao longo da vida.

Como funciona o congelamento de óvulos

Os óvulos de uma mulher podem ser congelados a qualquer época da vida após a menstruação. Porém é preciso um cuidado, pois o congelamento de óvulos de uma mulher de 40 anos pode não ser tão eficaz, por conta da diminuição da qualidade. O óvulo pode ficar por tempo indeterminado congelado, já que o procedimento garante que as características dele permaneçam intactas.

Em um procedimento, são estocados 20 óvulos. Em alguns casos, podem ser congelados um número maior. Na técnica, as chances de sobrevivência dos óvulos congelados pode chegar a 95%, porém, as chances de gravidez são de 45% de chance por tentativa de fertilização antes dos 38 anos.

Os óvulos que são descartados pelas mulheres podem ser jogados fora o doados para pesquisas. Nesse caso, é necessário assinar um documento onde você aprova que o óvulo seja usado para estudos científicos. Quando doados, os óvulos tem destinatário não identificado, ou seja, você nao pode escolher quem irá receber os seus óvulos.

Métodos utilizados:

Congelamento lento: A temperatura é diminuída lentamente, impedindo que se formem cristais que poderiam destruir o óvulo.

Congelamento rápido: O óvulo é congelado de forma rápida, o que também impede que sejam formados cristais.

Como é feito o procedimento antes do congelamento de óvulos?

A mulher que deseja fazer o congelamento de óvulos, antes do procedimento pode fazer uma estimulação hormonal, onde ela ingere hormônios que garantem uma maior criação de óvulos. Esse tratamento pode trazer alguns transtornos que podem ser tratados com o seu ginecologista.

Os óvulos são retirados pela vagina, com o uso de uma anestesia. Dentro da vagina é introduzida uma agulha que vai até os ovários e aspira os óvulos. É necessário um cuidado maior para evitar sangramentos.

Agora que você já conhece o congelamento de óvulos, analise as suas opções e veja qual é a mais efetiva para você.

Gosta das nossas dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
fertilidade
gravidez
saúde
vida

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ