Mulher

12/11/2016 11:12 - Atualizado em 08/04/2017 08:55

Conheça a calcinha para menstruação usada por Bela Gil

Apresentadora passou a usar o produto ao invés de absorventes e coletor menstrual

POR

Redação

  • +A
  • -A

A apresentadora Bela Gil constantemente é alvo de polêmica por propagar um estilo de vida mais saudável. E, nesta semana, ela foi assunto mais uma vez por declarar que não usa mais absorventes ou coletor menstrual, lançando mão das calcinhas para menstruação. “Esta calcinha é a solução. Mais um jeito de poluirmos menos o meio ambiente. Imagina o quanto de absorvente não deve ter por aí, sendo jogado fora?”, disse Bela ao falar sobre o assunto, em seu canal no Youtube.

Saiba mais sobre a calcinha para menstruação

A calcinha é composta por quatro camadas de tecido tecnológico e antimicrobiano, que tem como missão absorver toda a umidade e evitar vazamentos. Segundo a marca produtora da calcinha, a primeira camada combate as bactérias e absorve qualquer líquido para a camada mais fina que está logo abaixo dessa.

Segundo a ginecologista do Hospital Moriah, Dra. Beatriz Porto, a calcinha pode ser vista como uma aliada quando a mulher está esperando o início do ciclo menstrual. “Com essa calcinha, estamos protegidas e não ocorre vazamento na roupa inesperadamente”, explica. No entanto, ela alerta que, dependendo do fluxo, pode não ser o suficiente para conter o sangramento.

A especialista alerta que no calor, deve-se observar que o uso da mesma calcinha durante o dia todo e com o fluxo constante, pode fazer com que ocorra crescimento de bactérias ou fungos. “Eles têm tendência a proliferar em locais quentes e abafados, por essa razão é preciso ficar atenta. Assim o uso da calcinha não trará riscos à sua saúde”, indica.

Principais tipos de absorventes

As mulheres contam, basicamente, com dois tipos de absorventes: os internos e os externos. A ginecologista aponta as vantagens e desvantagens de cada um:

Interno

Vantagens: “É a opção mais favorável para quem está na praia, sendo que deve-se escolher o tamanho de acordo com o fluxo”. Ela indica que a troca deve ser de feita a cada quatro horas.

Desvantagem: “Às vezes, dependendo do fluxo, pode escapar sangue na calcinha e se não houver a troca recomendada, pode facilitar uma infecção”.

Externo

Existe uma grande variedade de absorvente externo no mercado. O tamanho escolhido está relacionado ao volume do fluxo.

Vantagem: “Mantém a higiene, pois pode–se trocar várias vezes durante o dia, de forma fácil e evitando o mau cheiro”, explica.

Desvantagem: “Com o fluxo aumentado, pode ocorrer vazamento e passar para a calcinha. Por isso, a escolha do tamanho deve ser de acordo com o fluxo de cada mulher”, recomenda.

Em relação aos absorventes externos, a especialista explica que não é recomendado o uso dos modelos com cobertura plástica, localizada na superfície de contato com a pele: “O plástico aquece muito e pode levar à infecção com crescimento de bactérias e fungos, favorecendo também assaduras e hyperemia. O ideal é o modelo com a cobertura suave de algodão. A troca deve ser feita a cada quatro horas”.

Você já tinha ouvido falar da calcinha para menstruação? Que tipo de absorvente costuma usar? Para saber mais sobre saúde da mulher, não deixe de acompanhar o Vivo Mais Saudável.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ

Veja Também