Mulher

24/02/2015 06:35 - Atualizado em 11/11/2016 06:19

Confira dicas de saúde para mulheres de todas as idades

Seguir algumas dicas de saúde melhora a qualidade de vida e até a aparência.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que as mulheres vivem, em média, sete anos a mais que os homens. Seguindo algumas dicas de saúde, é possível conquistar ainda mais longevidade e viver com qualidade. Saiba quais são as precauções que devem ser tomadas em cada fase da vida.

dicas de saude

Dicas de saúde: As transformações do corpo

A menopausa é o mais importante ciclo de mutações do corpo feminino. Nessa fase, ocorre uma baixa significativa na produção dos hormônios sexuais estrogênio e progesterona. A mulher para de ovular e suas funções sexuais são reduzidas.

Quando isso acontece, a pele perde o brilho, os cabelos ficam mais ressecados e órgãos como o intestino, além do aparelho reprodutor, passam a funcionar mais lentamente. Por isso, é necessário manter uma rotina saudável desde a juventude, garantindo que os efeitos do tempo sejam mais suaves.

Dicas de saúde e estética para cada faixa etária

20 anos

Aos 20 anos, a mulher está finalizando o processo de amadurecimento. Ela deixa de ter um corpo de jovem para ganhar um corpo de adulta. Nessa fase, a pele é a parte do corpo que mais precisa de cuidados.

Proteger-se da ação do sol e utilizar bloqueadores diariamente são dicas de saúde preciosas para o futuro. A higiene da pele também é importante, já que a acne é comum nessa fase.

A saúde das mulheres de 20 anos é mais estável, por isso é preciso manter apenas os cuidados básicos. Um check-up anual com Papanicolau, para controlar as chances de desenvolver câncer no colo do útero, e um hemograma para verificar índices de glicose e colesterol são suficientes.

30 anos

As taxas hormonais se regulam nessa idade, mas os riscos de desenvolver doenças no aparelho genital ainda existem. Além do Papanicolau, aos 30 anos é preciso realizar uma ultrassonografia transvaginal para verificar a saúde da parte interna do útero.

Para as mulheres que possuem histórico de câncer de mama na família, a realização de mamografias é uma das dicas de saúde mais importantes.

Os cabelos devem ser tratados de forma mais intensa. Hidratação com óleos e cremes uma vez na semana é suficiente. Para a pele, a utilização diária de hidratantes, além do protetor solar, é obrigatória.

40 anos

Os 40 anos são um marco nas mudanças do corpo feminino. É nessa idade que começa o climatério, a transição do período reprodutivo para o não reprodutivo, uma espécie de preparação para a menopausa.

Aos 40, o check-up feminino ganha mais alguns itens. A mamografia e a ecografia mamária são exames obrigatórios. A ultrassonografia da tireoide também é indicada.

O começo da baixa hormonal é sinônimo do surgimento das primeiras rugas. Cremes que estimulem a produção de colágeno ajudam a minimizar os sinais. Os cabelos brancos também ficam mais evidentes. É preciso intensificar a hidratação para reduzir o ressecamento causado pelas tinturas.

50 anos

É aos 50 anos que a menopausa chega de forma mais evidente e a chance de desenvolver doenças mais graves aumenta. Problemas cardíacos são mais comuns nessa idade, por isso é indispensável iniciar um acompanhamento com o cardiologista. Os riscos de osteoporose também crescem. Exames de densitometria óssea entram na lista de obrigatoriedades.

A pele começa a sofrer a ação do tempo de forma mais evidente e os produtos que reduzem as marcas de expressão devem ser utilizados com mais frequência. Para quem não se protegeu do sol na juventude, uma das dicas de saúde é o acompanhamento com o dermatologista. Isso ajuda a evitar que as manchas virem câncer de pele.

Terceira idade

A terceira idade, contada a partir dos 60 anos, é a fase em que as rotinas de saúde mudam menos. Os exames continuam sendo os mesmos: hemogramas, mamografias, Papanicolau, ultrassonografia vaginal e tantos outros que acompanham a mulher ao longo da vida. O que muda é a periodicidade da realização, que reduz de um ano para seis meses.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário!  E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligada em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde da mulher
menopausa
osteoporose
rugas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ