Mulher

11/03/2016 11:23 - Atualizado em 11/12/2016 09:15

Combinação de medicamentos reduz nódulos na mama em poucos dias

Tratamento fez com que tumores encolhessem em menos de duas semanas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Pacientes que estão lutando contra o câncer no seio passaram a ter mais um motivo para acreditar na recuperação. Um estudo inglês comprovou que a combinação de dois medicamentos, o lapatinibe e o trastuzumabe, pode reduzir e, em alguns casos, até eliminar os nódulos na mama, o que aconteceu em pouco mais de um quarto dos casos testados.

A pesquisa foi apresentada na última quinta-feira (10) durante a 10ª Conferência Europeia de Câncer de Mama. O estudo analisou 257 mulheres recém-diagnosticadas com a neoplasia do tipo HER2 positivo, variante da doença que atinge cerca de 20% das vítimas e é caracterizada pelo crescimento acelerado e invasivo dos tumores.

mulher faz autoexame para identificar nódulos na mama

Metodologia e resultados do estudo

Financiado pelo Instituto de Pesquisas do Câncer do Reino Unido e pelo laboratório farmacêutico GlaxoSmithKline (GSK), o estudo, primeiro, dividiu de maneira aleatória 130 pacientes em três grupos: um que não recebeu nenhum tratamento antes da cirurgia e os outros dois, cada um com a administração de um dos medicamentos.

Como não se obteve a eficácia esperada, na segunda parte do ensaio - com as outras 127 pacientes restantes -, testou-se, em uma parte do grupo, a combinação dos dois medicamentos. Foi aí que vieram os resultados positivos.

Em 11% dos casos, nenhuma célula cancerígena foi encontrada após o tratamento. Em outros 17%, foi registrada uma diminuição do diâmetro do tumor para menos de cinco milímetros.

Esse números, mesmo que venham de um estudo preliminar, abrem caminhos para mulheres vítimas da doença escaparem dos incômodos da quimioterapia. Mais que isso, elas podem ter a chance de preservar ao menos parte do seio na subsequente cirurgia para remoção dos tumores, num importante ganho estético e psicológico.

Autoexame identifica nódulos na mama

As notícias trazidas pelo estudo inglês são promissoras e servem de esperança para muitas mulheres. No entanto, não se deve deixar de lado o autoexame, que ajudar a identificar nódulos na mama.

Para o fundador da Parto Sem Medo, o médico Alberto Jorge Guimarães, essa é a melhor maneira de prevenir a neoplasia. “Caso a mulher observe alguma alteração, deve procurar imediatamente o serviço de saúde”, orienta o especialista.

Além do nódulo mamário, há outros sintomas que podem representar a doença. A própria pele do seio, segundo Guimarães, pode ficar parecida com uma casca de laranja. Pequenos caroços embaixo do braço também costumam ser um sinal. No entanto, cabe lembrar que nem todo nódulo na mama é câncer.

O câncer de mama é o tipo de neoplasia que mais acomete as mulheres em todo o mundo. No Brasil, somente no ano passado, foram diagnosticadas quase 60 mil pacientes com a doença, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Ter uma alimentação saudável e equilibrada, praticar atividades físicas e não fumar são atitudes que ajudam a prevenir o problema.

Que achou da notícia? Deixe sua opinião nos comentários! E aproveite para compartilhar o artigo com seus seguidores nas redes sociais. Não se esqueça, ainda, de conferir outras dicas de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
câncer de mama
tratamento
autoexame
caroço na mama

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ