Mulher

23/09/2015 11:14 - Atualizado em 26/10/2016 06:07

Autoexame de mama ajuda a detectar o câncer

Conhecer o próprio corpo facilita a detecção precoce de sinais da doença.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O autoexame de mama é um hábito simples, fácil, indolor e muito importante na prevenção do câncer de mama. Estar atenta ao próprio corpo contribui para que a mulher possa detectar precocemente qualquer alteração.

O sintoma mais frequente é um caroço no seio, sem qualquer dor. Além disso, pele enrugada ou pequenos nódulos nas axilas também podem ser sinais de câncer. No entanto, vale alertar que nem sempre esses sintomas indicam a doença. Apenas exames complementares e um profissional qualificado poderá fazer o diagnóstico com precisão.

Saiba como e com que frequência fazer o autoexame.

mulher realiza o autoexame da mama

Como o autoexame de mama é feito

O médico sanitarista e epidemiologista Arn Migowski, da divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), explica que todas as mulheres são incentivadas a desenvolver o hábito de conhecer o próprio corpo.

"Não há um método padronizado. As mulheres devem apostar no autoexame de mama sem uma periodicidade definida, mas de uma forma que essa ação faça parte do seu dia a dia", explica o profissional.

Apesar de não haver um padrão, é importante que as mulheres conheçam as suas mamas, reconhecendo sinais e alterações que possam vir a indicar o câncer de mama. Dr. Arn explica que os possíveis sintomas envolvem:

- Aparecimento de um caroço ou nódulo, sem a companhia de dor

- Nódulos nas axilas ou na região do pescoço

- Pele das mamas parecida com uma casca de laranja, avermelhada e retraída

- Alterações nos mamilos e saída de líquidos pelo local.

"Ao notar qualquer uma dessas anormalidades ou outras diferenças que não fazem parte da lista, é muito importante que ajuda profissional seja buscada", afirma Dr. Arn. Apenas um médico especializado poderá fazer um diagnóstico preciso.

Recomenda-se que a mulher observe o aspecto dos seios em frente ao espelho. Depois, com um dos braços levantado e apoiado atrás da cabeça, coloca-se a outra mão em forma de concha sobre a mama. Então, deve-se apalpar a região com firmeza, usando a ponta dos dedos, com movimentos circulares e de cima para baixo. Em seguida, a pessoa repete o procedimento no outro seio.

Saiba Mais
Câncer de Mama: Saiba quais são as causas e fique atenta à prevenção
Outubro Rosa: Conheça os tipos de câncer de mama
Prevenção do câncer de mama: atitudes simples reduzem os riscos

Outras formas de prevenção

Além do autoexame de mama, outros testes de rotina são fundamentais para garantir a saúde da mulher. O Ministério da Saúde, juntamente com o Inca, vem trabalhando em uma série de estratégias que visam à conscientização da população feminina sobre a prevenção e a detecção precoce do câncer de mama.

O diagnóstico precoce da doença aumenta de forma significativa as chances de cura e, por isso, os exames devem ser feitos periodicamente. A indicação é que mulheres de 40 a 49 anos façam o exame de mamas anualmente. Já para aquelas entre 50 e 69 anos, além do teste, a mamografia deve ser realizada a cada dois anos.

Alerte amigas e familiares sobre a importância do autoexame e dos demais exames clínicos. Com medidas simples, é possível prevenir o avanço do câncer e garantir mais qualidade de vida para quem precisa enfrentar a doença.

Você costuma realizar o autoexame mensalmente? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
câncer de mama
prevenção
nódulo no seio
caroço na mama

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ