Mulher

17/02/2015 11:42 - Atualizado em 06/12/2016 02:00

Ardência vaginal pode ser sintoma de doenças graves. Previna-se

A ardência vaginal pode aparecer por falta de lubrificação durante a relação sexual.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A ardência vaginal é desconfortável e desanima qualquer mulher. Causando dores terríveis após a relação sexual, o problema pode ser originado por candidíase, vaginismo e até mesmo alergia ao preservativo. Confira quais são os possíveis motivos para esse aborrecimento e veja como tratá-los.

ardencia vaginal

Doenças que causam a ardência vaginal

Candidíase

Causada por fungos, a candidíase é uma doença que aparece com a queda de imunidade. Pode surgiu após o uso de antibióticos, anticoncepcionais, imunossupressores e corticoides, ou então na gravidez, por complicações decorrentes do diabetes, por alergias e também após a infecção por HPV.

Ela causa corrimento branco, ardência vaginal, coceiras e muita dor durante as relações sexuais.

O tratamento deve ser indicado por ginecologista. Ele envolve o uso de pomadas locais e comprimidos antifúngicos. Algumas medidas como alimentação saudável, diminuição do consumo de bebidas alcoólicas, uso de camisinha e higiene íntima podem diminuir o aparecimento de crises da doença.

Vaginismo

Pouco conhecida pelas mulheres, o vaginismo causa a contração vaginal durante o sexo. Ela pode acontecer por conta do nervosismo e do medo durante a relação sexual. Esse distúrbio pode causar ardência vaginal, dores e infecções variadas. O tratamento é feito pelo ginecologista em conjunto com terapeutas.

Gardnerella

É acarretada por bactérias que causam a vaginose. Essa doença causa sintomas como corrimento amarelo ou cinza, bolhas na região, ardência vaginal, cheio ruim após o sexo e dor. Ela pode aparecer por conta de uma relação desprotegida ou por alterações na flora vaginal. Para o tratamento, são indicados antibióticos.

Alergia ao preservativo

A alergia à camisinha desperta dores, ardência vaginal e até mesmo pequenos cortes na região. Os sintomas costumam aparecer algumas horas após a relação sexual. A melhor maneira de evitar o aparecimento de mais sintomas é esperar a vagina voltar ao seu aspecto natural e utilizar preservativos hipoalergênicos. Jamais faça sexo sem camisinha por conta da alergia.

Falta de lubrificação causa ardência vaginal

Se você é daquelas que cedem aos pedidos do namorado ou marido, mesmo se está sem vontade, a causa da ardência vaginal pode ser a falta de lubrificação. Trazendo dores desagradáveis que se estendem por horas após a relação, a dica é sempre conversar com o seu parceiro. Explique que vocês dois devem estar no clima sempre.

Se você tem pouca lubrificação naturalmente, aposte nos lubrificantes vendidos em farmácias. Eles são à base d'água e ajudam no momento da penetração. Existem as versões vendidas em sex shops, que podem aquecer ou resfriar a região. Elas não são recomendadas, já que podem causar alergias na vagina e pênis.

Caso você tenha sintomas estranhos após a relação sexual, marque um horário com o seu ginecologista e explique o que está acontecendo. Ele lhe dirá quais são os possíveis motivos e irá indicar tratamentos. Se o seu parceiro também está com sintomas, aconselhe-o a consultar-se com um urologista.

Gostou das dicas de saúde da mulher? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
vagina
saúde da mulher
ardência
DSTs

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ