Mulher

14/02/2016 04:00 - Atualizado em 01/12/2016 12:42

Anticoncepcional: Recorra ao método sem receios

Alguns métodos contraceptivos podem ser mais eficazes que outros.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O anticoncepcional oral é um medicamento que serve não só para prevenir uma gravidez indesejada, mas também para controlar os sintomas da tensão pré-menstrual. Antes mesmo de ter uma vida sexual ativa, é recomendado consultar-se com um ginecologista para verificar a possibilidade de recorrer ao método.

Não adianta escolher a pílula indicada pela sua amiga. Assim como qualquer outro remédio, os efeitos podem variar conforme o organismo da paciente. Além disso, existem outros meios contraceptivos e algum deles pode ser o mais indicado para o seu caso. Confira detalhes a seguir.

mulher observa anticoncepcional

Qual anticoncepcional escolher?

Segundo a ginecologista e obstetra Fernanda Escopelli, apesar de mais popular, o anticoncepcional oral é apenas uma das opções disponíveis para as mulheres. “As vias injetável e transdérmica (adesivo cutâneo), assim como o anel vaginal, também podem ser utilizadas”, explica ela.

Apesar de vantajosa para a maioria dos casos, a pílula deve ser evitada por algumas mulheres. Fumantes, hipertensas e pacientes com câncer de mama, doenças coronarianas, doenças cerebrovasculares ou problemas tromboembólicos devem recorrer a outros métodos contraceptivos com o auxílio do ginecologista.

Aliás, a consulta com o especialista é muito importante e deve ser realizada anualmente. Essa é uma oportunidade para se submeter a exames de rotina e para tirar dúvidas sobre contracepção, gravidez, ciclo menstrual e doenças. Não deixe de entrar em contato com médico, também, caso você apresente sintomas que fujam ao comum.

Benefícios da pílula

Recentemente, foi relatada a possibilidade de tromboembolismo em mulheres usuárias de anticoncepcional hormonal. Essa ameaça, apesar de verdadeira, não deve ser tão preocupante. O problema é muito maior durante uma gravidez, mas, ainda assim, não representa grandes riscos à maioria da população. Se não houver histórico familiar do quadro, não há motivo para pânico.

Os anticoncepcionais hormonais, além do papel contraceptivo, também apresentam benefícios para a qualidade de vida feminina. Eles ajudam a controlar o ciclo menstrual, aliviam as cólicas que tanto atrapalham a rotina e ainda diminuem a oleosidade, trazendo bons resultados para a pele com acne.

Mulheres que sofrem com a tensão pré-menstrual também podem aproveitar as vantagens desses medicamentos. “Eles podem ser benéficos em casos de cistos funcionais de ovário e na prevenção de recorrência de endometriose já tratada”, completa a ginecologista.

Caso você opte por não recorrer à pílula, lembre-se de usar camisinha. Ela deve ser a sua companheira inseparável para evitar gravidez por acidente ou contaminação por doenças sexualmente transmissíveis. Tenha preservativos na sua bolsa e não sinta vergonha de pedir para o companheiro usar.

Que achou do artigo? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
contracepção
ciclo menstrual
pílula
cólicas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ