Homem

18/07/2014 02:30 - Atualizado em 09/12/2016 10:37

Tudo sobre vasectomia: tire suas dúvidas

Vasectomia é um procedimento cirúrgico importante que ainda gera muitas questões.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Considerada um dos métodos contraceptivos mais eficientes, a vasectomia segue sendo uma barreira para muitos homens que não sabem muito bem do que se trata o procedimento.

O que é vasectomia?

A escolha faz parte do planejamento familiar que o casal deseja seguir durante os anos seguintes de suas vidas. Para que você possa entender melhor e tirar algumas dúvidas, preparamos uma sequência de perguntas e respostas sobre o assunto.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Tecnicamente, o procedimento é chamado de deferentectomia. Trata-se de um procedimento cirúrgico de baixa complexidade que pode ser realizado por cirurgiões gerais ou urologistas. 

A vasectomia nada mais é do que um corte no canal deferente, tubo que transporta o esperma do testículo para se tornar parte do sêmen. É feita a secção bilateral em ambos os canais, utilizando uma via de acesso mínima. Após, as bordas criadas dos canais são ligadas ou eletrocauterizadas, para diminuir a chance de recanalização.

Quanto tempo leva a cirurgia?

A vasectomia é uma cirurgia simples que leva em torno de 20 minutos para ser concluída. A anestesia é local e não chega a causar dor no paciente. No máximo, gera um pequeno desconforto. Após sete dias o homem pode voltar inclusive a ter relações sexuais.

Após o procedimento o homem para de ejacular?

Não. O procedimento apenas torna o homem estéril. A vasectomia faz com que o sêmen produzido durante a relação sexual não contenha o esperma, que faz com que a mulher possa ficar grávida. O esperma representa cerca de dois por cento do conteúdo do sêmen, portanto o homem segue ejaculando normalmente.

O desempenho sexual pode ser prejudicado? 

O medo da impotência sexual ou de distúrbios de ereção faz com que muitos homens fujam do assunto ao ouvir falar em vasectomia. Esse é um dos maiores mitos que envolvem o procedimento. 

Apesar de tornar o homem incapaz de reproduzir, os hormônios masculinos não sofrem nenhum tipo de interferência. Pelo contrário, em alguns casos a libido (vontade de ter relações sexuais) pode aumentar pelo fato de praticar o sexo sem medo de engravidar a parceira. Se esta for uma de suas dúvidas não se preocupe, seu desempenho na cama não será afetado.

Existe possibilidade de reversão da vasectomia?

Apesar de ser considerado um método contraceptivo definitivo, a vasectomia pode ser revertida. Porém, quanto antes o processo de reversão for executado, maiores são as chances de homem volta a ser fértil.

Com o passar de muitos anos, o organismo pode criar algumas barreiras em pontos diferentes dos que sofreram a primeira intervenção, dificultando o procedimento. 

O que devo levar em consideração na decisão?

É algo que varia de caso a caso. Aspectos como idade, número de filhos e a saúde do casal deve ser levada em conta na hora da decisão. O planejamento familiar é algo muito importante. Porém, a possibilidade de se separar da atual parceira, encontrar outra e desejar ter filhos com ela é algo a ser pensado pelo homem. 

O método é extremamente eficaz, com chance de erro menor de 1%. É sempre bom lembrar que apesar de o processo de reversão existir, ele não abrange todos os casos.

E aí, gostou do texto? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência.

TAGS
contracepção
homem estéril
fertilidade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ