Homem

21/08/2014 09:55 - Atualizado em 07/12/2016 08:06

Higiene íntima masculina: Aprenda 6 cuidados básicos

Prestar atenção na higiene íntima masculina ajuda a garantir a saúde do homem.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Algumas mulheres sentem inveja dos homens pela praticidade que eles têm com sua higiene pessoal. Tomar banhos mais rápidos e não precisar sentar para fazer xixi são algumas das vantagens que elas enxergam no sexo masculino.

Mas nem sempre se fala na higiene íntima masculina, que por vezes é tratada até com certo descaso pelos homens. Porém ela é tão importante quanto a das mulheres e se feita de forma incorreta pode causar problemas sérios ao organismo masculino.

higiene-intima-masculina

Cuidados com a higiene íntima masculina

Lavar as mãos

É um conceito básico de higiene que as mãos devem ser lavadas após urinar. Porém é importante também que as mãos sejam lavadas antes de tocar o pênis. Isso pode ser fundamental para que fungos e bactérias não contaminem a região genital. Os germes podem afetar a mucosa e pele da região, facilitando o aparecimento de algumas doenças.

Secar a glande

Enxugar o pênis após urinar também faz parte da higiene íntima masculina. É importante evitar que gotas de urina fiquem na cueca e entrem em contato com a pele. Isso pode favorecer uma inflamação ou uma infecção por fungos. Utilize papel higiênico para secar a glande do pênis.

No banho

Durante o banho é necessário que toda a região genital e anal seja higienizada. A forma correta de fazer a higiene íntima masculina durante o banho é puxar a pele que cobre a glande do pênis até que ela fique exposta. Logo após lave a glande do pênis com bastante água e sabonete para que toda a camada de gordura acumulada na região seja retirada.

Após a relação

A higiene íntima masculina é essencial logo após a relação sexual. É claro que você não precisa ser insensível e sair correndo da cama logo que a relação terminar, mas lembre-se de fazê-la. Doenças causadas por fungos, como a candidíase podem ser evitadas pelo simples ato de lavar pênis após a relação. Isso pode ajudar também a remover os resíduos de esperma, o excesso de lubrificante do preservativo e para retirar o muco de lubrificação natural da mulher. Estas substâncias podem ser responsáveis pela proliferação de bactérias e fungos na região.

Pelos pubianos

Depilar completamente os pelos da região pubiana pode facilitar o aparecimento de inflamação e infecção na pele, causando inclusive pequenos abscessos na pele. Apesar disso, manter os pelos da região bem aparados faz parte da higiene íntima masculina, já que na base dos pelos o corpo produz suor e gorduras responsáveis por lubrificar e resfriar a pele, que podem criar um cheiro desagradável no local. Manter a região limpa também evita o aparecimento de bactérias e fungos causadores de doenças.

Cuecas samba-canção fazem parte da higiene íntima masculina

Cuecas estilo samba-canção são mais aconselháveis para a higiente íntima masculina por apertarem menos a região escrotal masculina. Isso pode inclusive influenciar na qualidade do sêmen produzida pelo organismo masculino.

Além de serem mais confortáveis, elas possibilitam uma melhor circulação de sangue e de ar na região, evitando o acúmulo de umidade. Prefira cuecas de algodão que possibilitam uma melhor transpiração da área.

TAGS
pênis
higiene masculina
homem
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ