Homem

27/10/2015 08:44 - Atualizado em 08/12/2016 12:22

Hemospermia: Sangue no esperma pode indicar problemas

A condição merece atenção especial entre os homens com mais de 40 anos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Definida pela presença de sangue no esperma, a hemospermia é um sinal clínico que costuma causar medo entre os pacientes. Porém, ao contrário do que a ansiedade pode levar a supor, o quadro nem sempre indica uma doença mais séria.

Tudo depende, é claro, da avaliação de um especialista, que pode ajudar a identificar as causas do problema e soluções de tratamento. Quem explica é o médico Augusto Barbosa Reis, membro do Departamento de Reprodução Humana da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

casal na cama preocupado porque o homem tem hemospermia

O que pode causar a hemospermia

Também conhecido como hematospermia, o quadro clínico pode contar com diferentes causas, não identificadas em cerca de 15% dos casos. Uma delas é o rompimento de um pequeno vaso sanguíneo durante a ejaculação.

Em pacientes jovens, com menos de 40 anos de idade, especialmente nos casos em que a presença do sangue é curta, as causas mais comuns estão relacionadas a doenças benignas ou sexualmente transmissíveis. Longos períodos de abstinência sexual, assim como atividades muito frequentes, também podem acarretar o quadro.

“Já em pacientes com mais de 40 anos de idade, ou quando a hemospermia é persistente ou associada a outros sintomas (dor, perda de peso, sangue na urina e febre), é essencial a realização de uma investigação médica cuidadosa para afastar cânceres do trato geniturinário”, alerta Reis.

Em outros casos, a origem também pode se dar em anormalidades vasculares na uretra ou na próstata, infecções ou inflamações na região e doenças sistêmicas, como a hipertensão arterial e a hiperurecemia (gota).

Linfomas, alterações do sistema de coagulação sanguínea, cistos e obstruções da vesícula seminal também estão entre as possíveis causas de um quadro de hemospermia.

Saiba Mais
Conheça os sintomas das principais doenças do sangue
Saber como melhorar a qualidade do esperma ajuda no sonho de ser pai
Veja como é o tratamento para ejaculação precoce

Com tantas e tão diversas opções de causas, não é difícil supor que os sintomas da hematospermia também sejam variados e possam mudar de um paciente para outro. Ainda assim, é possível fazer algumas associações.

“Pacientes com perda de peso e hemospermia sugerem associação com cânceres. A presença de sintomas como dor e dificuldade de urinar, com saída de pus pelo canal da urina, sugere uretrites”, exemplifica o médico membro do Departamento de Reprodução Humana da SBU.

Homens com dor na hora da ejaculação, diminuição da quantidade de esperma e infertilidade, quando o sangue aparece associado, podem apresentar cistos e obstruções da vesícula seminal.

Tratamento depende da causa

Assim como acontece na identificação dos sintomas, o tratamento utilizado para reverter os sinais de hematospermia depende da causa que deu origem ao problema. Em geral, Reis explica que o sistema adotado é o seguinte:

- Infecção: tratada com antibióticos específicos para o tecido da próstata

- Obstrução ou cistos na vesícula seminal: a intervenção costuma ser cirúrgica

- Doença sistêmicas: o tratamento é o controle da doença de origem, que pode exigir a troca dos medicamentos já tomados

- Câncer: a ação adotada varia de acordo com o tipo de tumor diagnosticado e os seus efeitos.

E aí, o que achou do artigo? Conte para nós! Aproveite ainda para conferir outras dicas de saúde que o Vivo Mais Saudável traz para você.

TAGS
hematospermia
sangue no sêmen
sangue na urina
doença sistêmica

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ