Homem

06/09/2014 03:00 - Atualizado em 06/12/2016 10:15

Exames de PSA e toque retal atuam no diagnóstico do câncer de próstata

Fazer regularmente os exames de PSA e toque retal é essencial para os homens.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Homens com mais de 50 anos são os principais alvos do câncer de próstata. Existem dois exames que podem realizar o diagnóstico da doença: PSA e toque retal. Outro indicativo da doença é se já existirem familiares com o problema.

A próstata é uma glândula pertencente ao sistema genital do homem. Ela se encontra logo abaixo da bexiga e é a responsável por envolver a uretra (o caminho por dentro do pênis pelo qual passa a urina).

Pessoas com câncer de próstata costumam ter problemas para ter uma ereção, além de dores lobares, na bacia e nos joelhos. Em alguns casos, sangue saindo pela uretra também pode ser um indicativo do problema.

É importante destacar também que a grande parte dos sintomas só se manifesta quando o tumor já está maior e mais desenvolvido. Por isso é importante realizar regularmente os exames de PSA e toque retal.

psa-e-toque-retal


Os exames de PSA e toque retal

O exame de PSA nada mais é do que um exame de sangue onde é analisado um elemento da composição do sêmen encontrado no sangue. Caso este valor esteja fora do padrão, pode significa que o paciente está com câncer de próstata. Porem esse exame não dá a total certeza da doença.

Existem muitos casos de pessoas com o PSA alterado e que não tiveram câncer. O exame tem a função de servir como alerta, para que as pessoas busquem mais informações. A partir dele, novos exames de sangue serão feitos, assim como análises da urina e até uma biópsia da próstata.

Recentemente o periódico The Lancet Oncology publicou uma pesquisa informando que a realização do PSA pode reduzir em até 22% a probabilidade de morte pelo câncer de próstata.

O principal ponto controverso do exame é que ele também aponta resultados falsos e exagerados, o que resulta em pacientes realizando tratamentos desnecessários. Por isso é importante realizar exames adicionais que comprovem a doença.

A técnica do toque retal consiste basicamente em inserir o dedo indicador do médico no ânus do paciente. Desta forma o profissional consegue sentir a próstata e identificar se ela apresenta qualquer tipo de alteração.

Caso o médico note que a próstata está mais dura ou maior do que o normal, ele recomendará a realização de outros exames que possam vir a confirmar, ou não, o câncer de próstata.

PSA e toque retal devem ser feitos rotineiramente

Muitos homens acabam tendo um certo medo e preconceito para realizar o exame do toque retal. Portanto é importante que fique claro a importância que esse diagnóstico prévio tem. O exame em si dura menos de 20 segundos, é bastante simples.

Se o homem esperar os sintomas aparecerem para realizar os exames PSA e toque retal, pode estar colocando a sua saúde em risco. É necessário ir regularmente ao médico e realizar os exames preventivos sempre que possível.

Se você tem 50 anos ou mais, já está na hora de ir ao médico realizar os exames de PSA e toque retal. São preventivos, rápidos e podem significar muito para a sua saúde.

Gostou da matéria? Faça o seu comentário! Quer mais? Curta a página Vivo Mais Saudável no Facebook. 

TAGS
câncer de próstata
toque retal
saúde
saúde do homem

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ