Homem

23/07/2015 08:35 - Atualizado em 01/12/2016 09:50

Entenda a incontinência urinária masculina sem constrangimentos

O problema pode acometer homens de todas as idades e demanda tratamento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A incontinência urinária masculina causa um prejuízo importante à qualidade de vida. Tipicamente, os indivíduos acometidos pela doença relatam isolamento social, em função do constrangimento gerado pela perda de urina. Felizmente, existem várias modalidades de tratamento possíveis.

O médico urologista Dr. Márcio Averbeck, membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), explica por que alguns homens sofrem com essa condição e como é possível tratá-la. O diagnóstico da causa do problema é essencial para o tratamento adequado.

Causas da incontinência urinária masculina

A relação entre a bexiga e o esfíncter (músculo responsável pelo fechamento da uretra) em condições normais é coordenada. De forma geral, o controle permite que a pessoa encha a bexiga com até meio litro de urina. Nessa fase, a bexiga está relaxada e o esfíncter, contraído. Chama-se essa coordenação de sinergismo vesicoesfincteriano.

As causas da incontinência urinária masculina pode ser variadas. Entre elas está a síndrome da bexiga hiperativa, que é uma urgência miccional frequentemente associada ao aumento do número de idas ao banheiro ao longo do dia, além da necessidade de levantar à noite para urinar.

incontinencia urinaria masculina

A urgência é definida com uma vontade súbita e desconfortável de urinar, que é difícil de controlar. Os mecanismos que levam ao surgimento da bexiga hiperativa ainda não são totalmente compreendidos. Contudo, o aumento benigno da próstata e o processo de envelhecimento podem estar envolvidos nesse processo.

A incontinência urinária é mais comum em homens com problemas crônicos de saúde e dificuldades de locomoção. Algumas doenças neurológicas também podem predispor a um risco aumentado de incontinência urinária na população masculina. “Dentre elas podemos citar lesões medulares, mal de Parkinson, Alzheimer, dentre outras”, comenta Dr. Márcio.

Tratamento da incontinência urinária

Outra causa da incontinência urinária masculina pode ser em decorrência de um câncer de próstata. “Atualmente, o tumor de órgão interno mais frequente nos homens brasileiros é o câncer de próstata. Este é um tipo de câncer que tem chance de cura superior a 95%, quando diagnosticado precocemente”, lembra o médico.

A cirurgia para remoção total da próstata, que é chamada de prostatectomia radical, pode estar relacionada ao surgimento de incontinência urinária masculina. Trata-se de um evento adverso que persiste em entre 5% e 10% dos pacientes após um ano da cirurgia.

Felizmente, os tratamentos para a incontinência urinária masculina já avançaram bastante. “O tratamento inicial é conservador e consiste em reabilitação do assoalho pélvico e medicamentos”, esclarece Dr. Márcio.

Para os pacientes com incontinência urinária pós-prostatectomia, o implante do esfíncter urinário artificial é um procedimento minimamente invasivo e extremamente efetivo. Esse implante é considerado para aqueles pacientes que persistem com perdas após um ano da cirurgia para remoção da próstata.

Você conhece alguém que sofra com essa condição? Oriente-o a procurar aconselhamento médico e eliminar esse desconforto de vez. E não esqueça de acompanhar outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
próstata
bexiga hiperativa
micção
vontade de urinar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ