Homem

20/04/2015 07:54 - Atualizado em 04/12/2016 08:34

Entenda a função dos hormônios masculinos no organismo

Os hormônios garantem bom funcionamento da libido, do metabolismo e dos músculos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os hormônios masculinos têm uma grande responsabilidade: orientar o bom funcionamento do organismo do homem. Eles afetam diretamente os sentidos, a disposição, o ganho de massa muscular, o metabolismo e, principalmente, o desejo sexual.

Quando estão em falta ou excesso no corpo, os hormônios podem provocar ansiedade, depressão, impotência e vários outros problemas que comprometem a saúde. Por isso, levar um estilo de vida saudável garante que tudo esteja funcionando bem. Quer saber mais sobre as funções dos hormônios masculinos? Confira.

hormonios masculinos

O desenvolvimento dos hormônios masculinos

No corpo dos homens, praticamente todos os hormônios masculinos trabalham em função de um: a testosterona.

Logo na adolescência, começam as mudanças no corpo e na mente dos meninos. Nessa etapa, elas se desenvolvem em função das gonadotrofinas, dois hormônios que atuam sobre os testículos e se dividem em hormônio folículo-estimulante (FSH) e hormônio luteinizante (LH).

Estimulando o funcionamento e o crescimento dos testículos, o FSH e o LH são produzidos na glândula adenoipófise.

Porém, é a testosterona o principal hormônio no organismo do homem. É ela que se torna responsável pelos órgãos genitais, pelo desenvolvimento dos testículos e provoca o impulso sexual. Ligada também ao metabolismo, ela produz energia e regula a gordura no corpo do homem.

Ainda no período embrionário, a testosterona começa a ser produzida. É a presença desse hormônio no embrião que determina os órgãos sexuais. Quando adolescente, o garoto produz o hormônio estimulador das células intersticiais (ICSH), que reforça o esperma e faz com que barba, pelos, pênis, voz e músculos se desenvolvam.

Responsável também pelos comportamentos do homem, a testosterona regula a libido e o desejo sexual, estando no seu auge de produção entre os 17 e os 30 anos de idade, passando a decair 1% ao ano a partir de então. Quando isso acontece, pode haver redução da massa muscular, da massa óssea e do impulso por sexo.

Conheça outros hormônios masculinos e suas funções

Ocitocina

Produzido no cérebro, esse é o hormônio do amor, que é liberado com maior intensidade durante o orgasmo. Ele é responsável por reduzir a ansiedade e age como neuromodulador nas interações sociais. No entanto, é 2 mil vezes menos presente em homens que em mulheres.

Serotonina

Concentra-se mais no intestino e no cérebro, de onde transfere os sinais entre um neurônio e outro, funcionando para controlar o humor. Quando está em falta no organismo, pode levar a depressão, ansiedade, irritabilidade e compulsão por alimentos doces.

Um estudo da Universidade Ultretch, na Alemanha, também comprovou que problemas de ejaculação precoce podem estar relacionados com a falta de hormônios masculinos, principalmente a serotonina. Quando está em menor atividade no cérebro, esse hormônio desregula a ejaculação.

Melatonina

Na glândula pineal do cérebro é produzida a melatonina, que regula o sono e o chamado relógio biológico. Esse hormônio recebe informações do ambiente e organiza os sentidos de humor, saciedade, respiração, batimentos cardíacos e outras funções vitais e do comportamento.

Tiroxina 4

Um dos hormônios masculinos responsáveis pelas funções do metabolismo, a tiroxina 4 é fabricada na glândula tireoide e passa pelo intestino, sistema nervoso e aparelho reprodutor. Em excesso, causa hipertireoidismo, palpitações, emagrecimento e insônia. Em falta, provoca o hipotireoidismo, queda de cabelo, inchaço, constipação e desânimo.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de continuar ligado no Vivo Mais Saudável para conferir mais novidades.

TAGS
testosterona
libido
saúde do homem
hormônios

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ